Busca avançada
Ano de início
Entree

Espectroscopia de estrelas do bojo e halo galácticos

Processo: 13/08915-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2013
Vigência (Término): 31 de julho de 2016
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Astronomia - Astrofísica Estelar
Pesquisador responsável:Beatriz Leonor Silveira Barbuy
Beneficiário:César Henrique Siqueira Mello Junior
Instituição-sede: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:10/50930-6 - Evolução química e populações estelares galácticas e extragalácticas, por espectroscopia e imageamento, AP.TEM
Assunto(s):Abundância dos elementos químicos

Resumo

O projeto aqui descrito tem por objetivo o estudo de dados espectroscópicos dos aglomerados globulares do bojo Galáctico Al3 e NGC 6355, ambos com metalicidade moderada e ramo horizontal azul, indicando serem muito velhos. A partir da determinação da abundância química dos elementos pesados nas estrelas desses aglomerados, espera-se obter informações importantes sobre os mecanismos atuantes na formação de tais objetos, na formação do bojo da Galáxia, e sobre a natureza das primeiras estrelas, a denominada população III. Paralelamente, também visando a compreensão dos mecanismos de nucleossíntese responsáveis pelo enriquecimento químico nos primeiros anos da Galáxia, trataremos de estudar a região ultravioleta em estrelas do halo, em continuação ao trabalho de doutoramento do candidato. Isto se insere em dois importantes projetos: o estudo de amostras grandes de estrelas pobres em metais do halo com os novos espectrógrafos STELES/SOAR e a preparação de projeto de grande porte com o espectrógrafo CUBES, em preparação para o Very Large Telescope. Este projeto se inicia imediatamente com preparação de listas cada vez mais refinadas de linhas espectrais no ultravioleta próximo para elementos pesados. Grande parte desses elementos apresenta muitas transições no UV, e para outros é apenas nesta região espectral que observam-se linhas mensuráveis.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Pesquisa investiga as estrelas mais velhas da Galáxia