Busca avançada
Ano de início
Entree

Arrabidaea spp: estudos para viabilizar o desenvolvimento de fitomedicamentos

Processo: 13/06188-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2013
Vigência (Término): 01 de março de 2016
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:Wagner Vilegas
Beneficiário:Cláudia Quintino da Rocha
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB-CLP). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus Experimental do Litoral Paulista. São Vicente , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/52237-9 - Fitoterápicos padronizados como alvo para o tratamento de doenças crônicas, AP.BTA.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):14/03728-8 - Arrabidaea spp: estudos para viabilizar o desenvolvimento de fitomedicamentos, BE.EP.PD
Assunto(s):Doenças negligenciadas   Química de produtos naturais

Resumo

O Brasil tem quase um terço da flora mundial representada em dez biomas com uma biodiversidade exuberante. Entretanto, muito pouco tem sido realizado para transformar este potencial em vantagem competitiva, em produtos e patentes, principalmente se considerarmos um desenvolvimento que garanta de um lado a repartição social dos benefícios e de outro, a proteção e manutenção destes ecossistemas.Universidades, institutos privados e laboratórios de pesquisa desempenham um papel significativo no desenvolvimento de novos conhecimentos que fornecem a base para o desenvolvimento de novos produtos.A presente proposta de pós-doutoramento, vinculada ao projeto temático "Fitoterápicos padronizados para o tratamento de doenças crônicas" da FAPESP, pretende realizar um estudo com a espécie Arrabidaea brachypoda no sentido de viabilizar o desenvolvimento de um (s) fitoterápico(s) de acordo com as exigências da legislação vigente. Em um segundo momentos serão realizados ensaios farmacológicos aprofundados com compostos já isolados de Arrabidaea brachypoda, uma vez que em projeto anterior esses mesmos compostos apresentaram potencial extremamente promissor para o desenvolvimento de fitofármacos, com atividades em Malária, Leischmania e Chagas, os quais já compõem um pedido de patente junto à Agência de Inovação da UNESP e da Universidade de Genebra (Suiça).Além das atividades de apoio e pesquisa realizadas internamente, uma parceria com a Universidade de Genebra (Suiça) permitirá o intercâmbio de metodologias e informações científicas com grupo suiço de químicos e farmacologistas na área de desenvolvimento de produtos, enriquecendo e complementando os objetivos inicialmente propostos pelo projeto temático em andamento e pelo presente projeto a ele vinculado. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Unesp desenvolve fármaco para tratamento da doença de Chagas 

Patente(s) depositada(s) como resultado deste projeto de pesquisa

USO DE COMPOSTOS OBTIDOS A PARTIR DE EXTRATOS DA ARRABIDAEA BRACHYPODA COMO ANTIULCEROGÊNICO BR1020130319260 - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) ; Universidade Estadual Paulista (UNESP) ; Université de Genève . Cláudia Quintino da Rocha; Wagner Vilegas; Emerson Ferreira Queiroz; Jean-Luc Wolfender; Laurence Marcourt; Alba Regina Monteiro Souza Brito; Felipe Meira de Faria - 12 de dezembro de 2013