Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do di-n-butil-ftalato (DBP) sobre a viabilidade celular e a resposta androgênica em linhagens celulares epiteliais prostáticas humanas normais e tumorais (LNCaP)

Processo: 13/10027-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2013
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Citologia e Biologia Celular
Pesquisador responsável:Wellerson Rodrigo Scarano
Beneficiário:Andre Rebelo Peixoto
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Próstata   Células epiteliais   Receptores androgênicos

Resumo

O di-n-butil-ftalato (DBP) - usualmente utilizado como plastificante em diversos produtos, incluindo dispositivos médicos, plásticos flexíveis e cosméticos - possui efeito anti-androgênico, alterando as vias de sinalização andrógeno-dependentes e/ou independentes durante o desenvolvimento do sistema reprodutor masculino. Tendo em vista a problemática mundial com relação à degradação dos materiais plásticos e sua dispersão no meio ambiente, e diante de estudo realizado anteriormente onde avaliamos o potencial carcinogênico do DBP na próstata de animais expostos no período peri- e pós-natal, este estudo tem por objetivo investigar se o tratamento com DBP altera a expressão de proteínas envolvidas com os processos de proliferação, stress e morte celular em cultura de células prostáticas. O tratamento será realizado em células epiteliais prostáticas humanas imortalizadas normais (linhagem: RWPE-1) e em células derivadas de adenocarcinomas dependentes de andrógenos (linhagem: LNCaP). As células (RWPE-1 e LNCaP) serão mantidas em meio de cultura específicos e serão expandidas e tratadas em estufa com 5% de CO2 e atmosfera úmida a 37ºC. Para a exposição ao DBP, a dose a ser utilizada será selecionada após teste de viabilidade celular e determinação da IC50. Após a seleção da melhor concentração para o tratamento, as células serão incubadas com o meio específico contendo o DBP dissolvido em veículo DMSO (0,1%) durante um período de 96 horas. Após a exposição, as células serão processadas para extração das proteínas, destinadas à técnica de Western Blot para avaliação da expressão das seguintes proteínas: Receptor de andrógenos (AR), PCNA, MAPK, AKT,PAR4; que estão relacionadas com as vias celulares de proliferação, stress e morte celular. (AU)