Busca avançada
Ano de início
Entree

Pergaminho: projeto de pesquisa para construção de protótipo de revolvedora para secagem de grãos de café no terreiro de modo a superar deficiências dos métodos atuais e alcançar padrões de qualidade

Processo: 13/13802-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE  
Vigência (Início): 01 de junho de 2013
Vigência (Término): 31 de maio de 2015
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Mecânica - Projetos de Máquinas
Convênio/Acordo: FINEP - PIPE/PAPPE Subvenção
Pesquisador responsável:José Roberto Godoy
Beneficiário:José Roberto Godoy
Empresa:Pergaminno Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação Ltda
Vinculado ao auxílio:12/50994-0 - Pergaminho: projeto de pesquisa para construção de protótipo de revolvedora para secagem de grãos de café no terreiro de modo a superar deficiências dos métodos atuais e alcançar padrões de qualidade superiores, AP.PIPE
Assunto(s):Protótipo   Máquinas agrícolas   Secagem de alimentos   Café

Resumo

O pesquisador responsável participará de todas as atividades do projeto, durante toda a sua duração. Fase 1 - mês 1 a 3: desenvolvimento dos protótipos das máquinas. O pesquisador responsável, a partir de uma pesquisa preliminar que envolveu visitas técnicas aos produtores compreendidos na Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé levantou parâmetros de danificação dos grãos, poluição dos grãos, aderência aos tipos de terreiro, condições meteorológicas distintas, custo de produção, mão de obra necessária, quantidade de grão de café processado, implementação de inovações tecnológicas, tempo de secagem, controle da umidade e monitoramento. Surgiram duas linhas de projetos: uma concentrada no desenvolvimento da revolvedora de grãos e outra que dispõe de um opcional de secagem mecânica. Esse primeiro trabalho tem o principal propósito de definir um modelo sobre o qual será estruturada a linha de ação a ser tomada para prosseguir com o projeto de acordo com os resultados subsequentes das pesquisas de desempenho. O pesquisador responsável irá, nessa fase, desenvolver os protótipos, incluindo desenho, fabricação das peças e montagem das máquinas. Fase 2 - mês 4 a 8: pesquisa de desempenho dos protótipos. O pesquisador irá conduzir testes para avaliar subsistemas mecânicos e elétricos. Serão instalados também sensores de umidade e temperatura para o monitoramento na pesquisa em campo, uma equipe técnica dará auxílio nessa etapa. Serão recolhidas amostras para análise laboratorial da qualidade do grão de café. Fase 3 - mês 9 a 15: desenvolvimento e aprimoramento de novos protótipos. A partir da compilação dos resultados obtidos na fase anterior, será possível que o pesquisador avalie e aprimore os protótipos para que o grão de café se aproxime ao máximo do perfil ideal. A máquina será adequada com o objeto de obter a máxima qualidade do café. Fase 4 - mês 16 a 20: novas pesquisas de desempenho dos protótipos. O pesquisador irá aplicar os testes de desempenho nos protótipos aprimorados e acompanhar a equipe técnica na coleta das amostras para análise laboratorial de forma a avaliar os aprimoramentos feitos. Fase 5 - mês 21 a 24: desenvolvimento de soluções adequadas em manufaturabilidade, usabilidade e robustez dos protótipos. Com a aplicação das pesquisas de desempenho e pesquisas e estudos de concepção e aprimoramento de projeto, objetiva-se desenvolver uma máquina de secagem e café que tenha um grau de rendimento maximizado. O pesquisador, nessa última etapa, fará estudos envolvendo o escalonamento industrial. (AU)