Busca avançada
Ano de início
Entree

Serviço ecossistêmico e heterogeneidade espacial: medidas estratégicas para o planejamento em Mata Atlântica

Processo: 13/08746-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2013
Vigência (Término): 31 de julho de 2016
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Rozely Ferreira dos Santos
Beneficiário:Vivian Cristina dos Santos Hackbart
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Recursos hídricos   Planejamento ambiental   Serviços ambientais

Resumo

A perspectiva de elaborar planejamentos ambientais a partir da concepção de serviços ecossistêmicos (SE) expandiu-se em muito pouco tempo, principalmente porque essa estratégia evidencia que danos aos ecossistemas proporcionam perdas não só em relação à biodiversidade, mas também ao bem-estar humano. No entanto, pouco se conhece sobre o papel da disponibilidade e arranjo espacial dos recursos naturais em uma paisagem sobre a quantidade e qualidade dos serviços provenientes deles. Assim, com o propósito de obter respostas sobre essa questão, este projeto defende que em Mata Atlântica é possível reconhecer a dependência direta entre floresta madura e SE, mas com limiares dependentes da heterogeneidade espacial da paisagem em que essas florestas estão inseridas. Para tanto, será avaliada a oferta de SE hídricos em 12 microbacias hidrográficas da região do Vale do Paraíba e em relação: (i) aos diferentes percentuais de cobertura florestal; (ii) às interferências dos usos de reflorestamentos e campos antrópicos; e (iii) à influência da heterogeneidade espacial da paisagem. Serão realizadas análises de qualidade de água e, por meio de SIG, mapeados e quantificados os usos da terra e fragmentos de floresta. A heterogeneidade espacial será avaliada pela complexidade de manchas e fronteiras, agregação entre manchas e distâncias de ponto focal. Com estes resultados, espera-se identificar o ponto crítico da perda de floresta e o papel de reflorestamentos e campos na quantidade de serviços hídricos e identificar o conjunto de características relacionadas à heterogeneidade espacial que melhor respondem a qualidade de água. Essas conclusões devem possibilitar uma orientação para planejamentos que visam conservação florestal e manejo de serviços ecossistêmicos em paisagens de Mata Atlântica.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
HACKBART, VIVIAN C. S.; DE LIMA, GUILHERME T. N. P.; DOS SANTOS, ROZELY F. Theory and practice of water ecosystem services valuation: Where are we going?. ECOSYSTEM SERVICES, v. 23, p. 218-227, FEB 2017. Citações Web of Science: 19.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
HACKBART, Vivian Cristina dos Santos. Serviços ecossistêmicos hídricos em paisagens florestais fragmentadas: um caminho para a conservação da Mata Atlântica. 2016. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Biociências São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.