Busca avançada
Ano de início
Entree

Impacto da otimização do controle da leishmaniose visceral: relação entre investimento e eficácia

Processo: 13/13347-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2013
Vigência (Término): 31 de outubro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Pesquisador responsável:Eduardo Massad
Beneficiário:Hélio Junji Shimozako
Supervisor no Exterior: Jianhong Wu
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : York University, Canadá  
Vinculado à bolsa:11/02633-5 - Modelo de otimização para o controle da leishmaniose: análise epidemiológica e econômica, BP.DR
Assunto(s):Doenças transmissíveis   Leishmaniose visceral   Modelos matemáticos

Resumo

A leishmaniose visceral é uma das doenças infecciosas mais mortais e negligenciadas do mundo. Apesar da publicação de manuais/guias de vigilância e controle da leishmaniose visceral e de investimentos realizados para combater esta enfermidade, a presença do mosquito flebótomo e do reservatório em áreas urbanas estão entre os maiores desafios para as atividades de controle. Os desafios são devido à (1) necessidade de compreendermos melhor o comportamento do vetor em áreas urbanas; (2) as dificuldades operacionais e logísticas em desenvolver atividades em tempo suficiente para obter bons resultados; (3) ao alto custo envolvido nessas atividades. Neste projeto, nosso objetivo geral inclui como planejar a otimização do controle da leishmaniose visceral, levando-se em conta fatores relacionados à logística das atividades de controle como restrições. Este projeto não envolve experimentos nem estudos clínicos. Seu foco primário está sobre o estudo teórico baseado em análise matemática e simulações computacionais, mas tem potencial aplicação sobre a informação e avaliação de diferentes estratégias. Os resultados preliminares do projeto original de doutorado mostrou que o controle da leishmaniose visceral é epidemiologicamente viável. Porém, nós devemos avaliar a viabilidade prática e econômica. Os resultados relacionados ao aperfeiçoamento do modelo serão avaliados considerando a informação disponível sobre a vigilância da leishmaniose visceral e as atividades de controle no Brasil. Como o esperado é obter dados provenientes de um modelo determinístico, nós podemos proceder a uma análise comparativa entre o modelo (e os fatores ou estratégias de controle que ele considera) e as atuais atividades desenvolvidas no Brasil. Além disso, esses resultados podem indiretamente indicar o quanto que os serviços de saúde pública deveriam economizar com o tratamento (devido à incidência de casos humanos). Em uma visão geral, nós esperamos que predomine a decisão de investir sobre o controle do vetor e que as atuais atividades de controle sejam revistas, tanto pelos princípios éticos quanto pela relação custo-benefício. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SHIMOZAKO, HELIO JUNJI; WU, JIANHONG; MASSAD, EDUARDO. The Preventive Control of Zoonotic Visceral Leishmaniasis: Efficacy and Economic Evaluation. COMPUTATIONAL AND MATHEMATICAL METHODS IN MEDICINE, 2017. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.