Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo de estética audiovisual: o movimento como instrumento de composição

Processo: 13/11477-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 16 de outubro de 2013
Vigência (Término): 15 de janeiro de 2014
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Cinema
Pesquisador responsável:Cristian da Silva Borges
Beneficiário:Cristian da Silva Borges
Anfitrião: Robert Stam
Instituição-sede: Escola de Comunicações e Artes (ECA). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: New York University, Estados Unidos  
Assunto(s):Estética do cinema   Criação artística

Resumo

Este projeto de pesquisa propõe um estudo avançado de estética audiovisual, a partir da abordagem do movimento no cinema, através da sistematização dos primeiros parâmetros daquilo que denomino Cinemática ou Ciência da Fuga: um instrumento teórico que servirá como forma alternativa de análise e criação audiovisual, descartando-se a necessidade de um roteiro para a elaboração de uma obra cinematográfica ou de uma história que sirva como base de análise fílmica, em favor de uma narrativa outra, executada pelos próprios corpos e formas em movimento. Para tal formulação, tomarei inspiração em Paul Valéry e no cruzamento de suas propostas de Poiética (Ciência do Belo) e Estésica (Ciência das Sensações), a fim de explorar momentos de "fuga", em determinados filmes, nos quais a narrativa e seus personagens são desviados e tomados por uma espécie de apelo coreográfico. A análise de três tipos de modulações do movimento no cinema - tendência à imobilidade (congelamento), oscilação entre mobilidade e imobilidade (câmera lenta), e tendência à mobilidade extrema (montagem acelerada) - servirá, assim, de ponto de partida para a compreensão da Cinemática como meio de expressão e análise dos movimentos engendrados por um certo "cinema em fuga". (AU)