Busca avançada
Ano de início
Entree

Morfometria floral, estruturas secretoras, características químicas da secreção e polinizadores em duas populações de Zeyheria Montana Mart. (Bignoniaceae) com visitantes florais distintos

Processo: 13/14843-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de agosto de 2013
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Morfologia Vegetal
Pesquisador responsável:Silvia Rodrigues Machado
Beneficiário:Marília Monteiro Quinalha
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/55434-7 - Estruturas secretoras em espécies vegetais de cerrado: abordagens morfológica, química e ecológica, AP.BTA.TEM
Assunto(s):Bignoniaceae

Resumo

Estruturas secretoras são frequentemente encontradas em porções vegetativas e reprodutivas de diversas espécies de Bignoniaceae. Dentre essas estruturas, os nectários tem sido as mais estudadas. Entretanto, temos constatado durante o desenvolvimento deste projeto que os tricomas glandulares presentes em órgãos reprodutivos de Bignoniaceae podem ter importantes funções nas interações com os visitantes florais. Os estudos estruturais e químicos dessas glândulas têm fornecido informações fundamentais para a compreensão de seu papel ecológico1,2. Estudando a ecologia da polinização Z. montana ao largo de praticamente toda a extensão latitudinal de sua distribuição geográfica, do Paraná ao Tocantins, verificamos a ocorrência de uma população dessas plantas que apresenta visitantes florais distintos dos beija-flores (os principais polinizadores desta espécie). Assim, a efetividade deste outro grupo de visitantes florais como polinizadores tornou-se uma questão que estamos procurando responder. Por meio do estudo das características morfométricas das flores, caracterização das estruturas secretoras florais e da composição químicas da secreção, esperamos identificar nos indivíduos desta população potenciais diferenças responsáveis pela mudança na guilda de visitantes florais.