Busca avançada
Ano de início
Entree

A vontade nos limites do Espírito Subjetivo: questões sobre a formação e o desenvolvimento da pura negatividade na Enciclopédia das Ciências Filosóficas de Hegel

Processo: 13/13065-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2013
Vigência (Término): 30 de setembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - História da Filosofia
Pesquisador responsável:Silvio Rosa Filho
Beneficiário:Welson Alcantara Oliveira Silva
Instituição-sede: Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (EFLCH). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Guarulhos. Guarulhos , SP, Brasil
Assunto(s):Negatividade   Georg Wilhelm Friedrich Hegel   Pensamento   Dialética   Vontade

Resumo

O objetivo desta pesquisa consiste emcircunscrever o âmbito atinente ao conceito de vontade no interior do espírito subjetivo, tal como ele se apresenta na Enciclopédia das ciências filosóficas. Buscando compreender a formação específica e o desenvolvimento interno da vontade, trata-se de pensar o processo pelo qual a vontade se aproxima de um tipo de objetivação em que ela haveria de concretizar os seus atos no mundo. O foco deste trabalho reside, pois, menos na análise de noções isoladas (tais como: sentimento prático, tendências, arbítrio, felicidade), e, mais, na tentativa de acompanhar o movimento dialético da vontade, ou seja, antes de tudo, apreender as passagens que preparam os desdobramentos e que tornam necessário o ingresso do espírito naquela esfera das efetividades (jurídica, ética, religiosa e "científica") que Hegel expôs como Sittlichkeit.