Busca avançada
Ano de início
Entree

O estudo de flares e suas evidências em frequências sub-THz

Processo: 13/11125-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2013
Vigência (Término): 30 de junho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Astronomia - Astronomia do Sistema Solar
Pesquisador responsável:Pierre Kaufmann
Beneficiário:Maria Victoria Gutierrez Escate
Instituição-sede: Escola de Engenharia (EE). Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM). Instituto Presbiteriano Mackenzie. São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:06/06847-1 - Emissões da atividade solar do submilimétrico ao infravermelho (SIRA), AP.TEM
Assunto(s):Atividade solar   Erupção solar   Ondas submilimétricas   Complejo Astronómico El Leoncito (CASLEO)

Resumo

Este projeto tem como objetivo estudar os mecanismos associados à origem das chamadas explosões solares simpatéticas através de suas evidências nas frequências sub-THz. Estes eventos são caracterizados como ocorrendo quase simultaneamente em duas regiões ativas diferentes, aparentemente ligadas por tubos magnéticos. Um evento é aparentemente o resultado de perturbação causada por evento distante por alguns processos de acoplamento não são bem compreendidos. Existem exemplos de explosões simpatéticas observadas pelo Telescópio Solar para Ondas Submilimétricas (SST), localizado no Complejo Astronómico El Leoncito (CASLEO). Vamos estudar os possíveis mecanismos de desencadeamento distante de um evento por outra explosão à distância, utilizando novas evidências obtidas em altas frequências de 212 e 405 gigahertz. Dois eventos simpatéticos possíveis nos dias 8 de março de 2011 e 11 de novembro de 2012 serão casos de estudo. A análise desses eventos irá procurar possíveis ligações físicas entre as regiões ativas distantes, o que pode explicar o desencadeamento de um evento pelo outro, em um local remoto no disco solar. Esta informação será confrontada e verificado com outros instrumentos para observações solares em diferentes comprimentos de onda, tais como Reuven Ramaty High Energy Solar Spectroscopic Imager (RHESSI) (em raios-X) e Solar Dynamics Observatory (SDO) (em EUV), a fim de melhorar a compreensão e explicar as possíveis causas de mecanismos envolvidos nestes eventos simpatéticos.