Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos induzidos pela proteína Klotho na sinalização inflamatória desencadeada pelo LPS em cultura primária mista de células cerebelares

Processo: 13/08438-5
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2013
Vigência (Término): 13 de setembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Bioquímica e Molecular
Pesquisador responsável:Cristoforo Scavone
Beneficiário:Thaís Neves Sala
Instituição Sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Envelhecimento   Fármacos neuroprotetores   Neurofarmacologia   Proteína Klotho
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Envelhecimento | Klotho | Neuroproteção | processos neurodegenerativos | Sinalização inflamatória | Neurofarmacologia

Resumo

Alteração da Klotho está relacionada com uma diminuição acentuada da expectativa de vida, além do surgimento precoce de doenças e síndromes relacionadas ao envelhecimento, como arteriosclerose, osteoporose, atrofia da pele, enfisema pulmonar e declínio cognitivo, enquanto que sua superexpressão aumenta por volta de 30% a expectativa de vida. Estudos sugerem a presença de uma interação entre Klotho, TNF-±, NF-ºB e processos inflamatórios nos rins e nas células endoteliais. Diante disso, assume relevância determinar a função desta proteína na sinalização inflamatória desencadeada pelo LPS no sistema nervoso central (SNC), uma vez que a neuroinflamação está presente em doenças neurodegenerativas como na doença de Parkinson e Alzheimer. A Klotho é uma proteína endógena capaz de apresentar uma ação anti-inflamatória e protetora das células renais através da inibição da ativação de NF-ºB e a subsequente produção de citocinas inflamatórias em resposta ao estímulo de TNF-±. A interação entre Klotho, TNF-±, NF-ºB e processos inflamatórios não se restringe apenas aos rins, já que a Klotho parece proteger as células endoteliais da inflamação, suprimindo o desenvolvimento de arterosclerose na vasculatura. Este projeto tem como objetivo avaliar os efeitos da proteína Klotho em cultura primária mista de neurônio-astrócito de cerebelo de ratos frente a um estímulo inflamatório como o LPS (1 µg/mL) que é uma endotoxina bacteriana. Para tanto, pretendemos avaliar as alterações induzidas pela Klotho nos efeitos do LPS referentes a ativação do NF-kB e na modulação de certos genes envolvidos com a resposta inflamatória e/ou de apoptose em células cultura primária mista de neurônio-astrócito de cerebelo. A avaliação da ativação do NF-kB será realizada através do ensaio de Ensaio de Retardamento da Mobilidade Eletroforética (Gel-shift) para o NF-kB e da avaliação nuclear das subunidades envolvidas com este fator de transcrição (por exemplo p65 e p50) por Western blot. As alterações da expressão das proteínas da NOSi ,IL1-², Bax, Bcl-2, BDNF, TRL4 serão realizadas através do ensaio de Western Blotting e das citocinas pró e anti-inflamatórias por kit de Elisa (kits de imunoensaio da Multiplex-Millipore). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)