Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da propagação vertical de ondas de gravidade no estudo do acoplamento mesosfera-ionosfera

Processo: 13/12013-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2013
Vigência (Término): 31 de julho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geofísica
Pesquisador responsável:Marcio Tadeu de Assis Honorato Muella
Beneficiário:Pâmela Rita Pereira Meibach Rosa
Instituição-sede: Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento (IP&D). Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP). São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Química atmosférica   Aeronomia   Ondas gravitacionais   Fotômetros   Mesosfera   Ionosfera

Resumo

O acoplamento mesosfera-ionosfera será estudado através da análise das características de propagação vertical de Ondas de Gravidade (GWs). As observações serão conduzidas mediante a utilização de imageadores "All Sky" instalados nos observatórios da Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP) nas cidades de São José dos Campos (23,2° S; 45,9º O), Palmas (10,16° S; 48,26º O) e no Observatório Pico dos Dias - OPD do Laboratório Nacional de Astronomia - LNA/CNPq em Brasópolis, MG (22,53º S, 45,57º O). Serão observadas, em altitudes mesosféricas, as emissões de luminescência atmosférica do OH e OI557,7 nm e, em altitudes ionosféricas, a emissão do OI630,0 nm. Registros das imagens obtidas a partir de 2008 serão utilizados no estudo. A parametrização das ondas de gravidade ocorrerá mediante a análise das imagens de luminescência atmosférica em software desenvolvido na própria universidade (Projeto FAPESP 2010/03545-0). A partir dos cálculos das velocidades verticais e horizontais de grupo, a análise da propagação vertical de cada GW será fundamentada na comparação de seus valores de comprimento de onda, velocidade de fase e período, estimados na mesosfera e na ionosfera. Além disso, será realizada uma comparação de suas velocidades de fase com o valor do vento na mesma direção da GW. O principal objetivo é estudar quais são as principais variações experimentadas nos parâmetros característicos das ondas de gravidade que se propagam verticalmente da mesosfera à ionosfera e, desta forma, fornecer subsídios para a compreensão do acoplamento entre estas duas regiões atmosféricas e sua importância no estudo do clima espacial. (AU)