Busca avançada
Ano de início
Entree

Vivendo um "espetáculo de misérias": a experiência dos escravos traficados para Campinas, 1860-1888

Processo: 13/13520-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2013
Vigência (Término): 30 de junho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História do Brasil
Pesquisador responsável:Silvia Hunold Lara
Beneficiário:Letícia Graziele de Freitas Lemes
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Escravidão   Tráfico de pessoas   Mão-de-obra   Campinas (SP)

Resumo

Após a extinção definitiva do tráfico de africanos para o Brasil, em 1850, os negociantes de escravos se voltaram para o comércio inter e intrarregional, sobretudo para responder à demanda por mão de obra das províncias cafeeiras do Sudeste. Por isso, vê-se um significativo aumento da intensidade do tráfico interno de cativos entre 1850 e 1881, e, principalmente, no último decênio desse período. Arrancados de seus lares e das antigas políticas de domínio a que estavam acostumados, os escravos vendidos no tráfico inter-regional encontravam novos desafios nos locais onde chegavam. O objetivo de nossa proposta é analisar o impacto do tráfico interno na vida dos indivíduos traficados e a sua importância para a resistência e as mobilizações cativas contra a escravidão no Sudeste, especialmente em Campinas. Buscaremos vislumbrar as formas encontradas pelos cativos para sobreviver e/ou resistir ao tráfico, desde a formação de novas redes familiares e de solidariedade, até estratégias para sair do cativeiro (por meio de alforrias, fugas ou crimes). (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.