Busca avançada
Ano de início
Entree

Proposta de uma versão longa da escala de avaliação de incapacidade na demência (DAD-Br)

Processo: 13/10943-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2013
Vigência (Término): 31 de março de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Marcia Maria Pires Camargo Novelli
Beneficiário:Mariana Boaro Fernandez Canon
Instituição-sede: Instituto de Saúde e Sociedade (ISS). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Baixada Santista. Santos , SP, Brasil
Assunto(s):Atividades cotidianas   Doença de Alzheimer   Idosos

Resumo

Introdução: Não há disponível na literatura nacional instrumentos de avaliação funcional para idosos com alterações cognitivas que avaliem todas as Áreas de Ocupação (Atividades Básicas da Vida Diária - ABVD, Atividades Instrumentais da Vida Diária - AIVD, Descanso e Sono, Trabalho, Lazer, Participação Social e Educação). Encontram-se instrumentos direcionados à avaliação, principalmente, de áreas como ABVD e AIVD e que não contemplam todas as atividades que compõem esses grupos. Objetivo: Elaborar uma versão longa da Escala de Avaliação de Incapacidade na Demência (DAD-Br), de forma a avaliar todas as Áreas de Ocupação, assim como as atividades que as compõem, e que estão inseridas no cotidiano de idosos com alterações cognitivas. Metodologia: A proposta em português da versão longa do DAD-Br (DADL-Br) será avaliada por um comitê de especialistas (5 Terapeutas Ocupacionais com experiência na área de Gerontologia) para a validação de conteúdo. Após a análise e possíveis alterações será realizado um pré teste em idosos com Comprometimento Cognitivo Leve (CCL, n=5) e demência da doença de Alzheimer em estágio leve (DA, n=5) e seus respectivos cuidadores (n=10), visando a identificação de possíveis dificuldades de compreensão dos itens propostos. Em seguida serão feitas as análises das propriedades psicométricas: confiabilidade intra-examinador e inter-examinador, com uma amostra de idosos com CCL (n=11) e com DA (n=11) e seus respectivos cuidadores (n=22); consistência interna e validade de constructo, com uma amostra de 30 idosos com CCL e 30 idosos com DA e seus cuidadores (n=60). O estudo será desenvolvido no Serviço de Atendimento em Demência (SADe) da Universidade Federal de São Paulo - Campus Baixada Santista. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)