Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da ação terapêutica dos ácidos oleanólico e ursólico na leishmaniose visceral experimental

Processo: 13/10133-8
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2013
Vigência (Término): 31 de agosto de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Luiz Felipe Domingues Passero
Beneficiário:Jéssica Adriana de Jesus
Instituição Sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Triterpenos   Compostos bioativos   Hamsters
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:calazar | Compostos Naturais | Hamsters | potencial terapêutico | Triterpenos | Anatomia Patológica e Patologia Clínica

Resumo

A leishmaniose visceral ou calazar é uma doença crônica grave, potencialmente fatal para o homem, cuja letalidade pode alcançar 10% quando não se institui o tratamento adequado, o qual é baseado nos antimoniais, e em casos onde há a falência dos antimoniais, a anfotericina B é empregada. Ambos os medicamentos possuem uma série de efeitos secundários locais e sistêmicos. Além disso, alguns relatos mostram que há a emergência de resistência contra estes quimioterápicos. Por esta razão, é indispensável à busca por novos alvos farmacológicos contra a leishmaniose. Recentemente, verificamos que uma fração enriquecida de ácido oleanólico e ursólico era ativa contra formas promastigotas e amastigotas de L. (L.) amazonensis e L. (V.) braziliensis, e ainda estimulavam a produção de óxido nítrico nos macrófagos infectados. Atualmente esta fração está sendo avaliada in vivo em modelo de infecção cutânea. Para expandir o conhecimento sobre a ação destes triterpenos, a presente proposta objetiva avaliar o potencial terapêutico dos ácidos oleanólico e ursólico na infecção experimental causada por L. (L.) chagasi. Para isto, hamsters serão infectados com L. (L.) chagasi e após 20 dias será iniciado o tratamento com os compostos. Após 10 dias da última aplicação, os animais serão sacrificados e a carga parasitária será avaliada em baço e fígado. Os níveis de expressão de IFN-g e IL-10 serão avaliados através de real time PCR. Níveis séricos de IgG1 e IgG2 também serão avaliados.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
JESUS, JESSICA A.; LAGO, JOAO HENRIQUE G.; LAURENTI, MARCIA D.; YAMAMOTO, EDUARDO S.; PASSERO, LUIZ FELIPE D.. Antimicrobial Activity of Oleanolic and Ursolic Acids: An Update. Evidence-based Complementary and Alternative Medicine, v. 2015, p. 14-pg., . (13/10133-8, 13/16297-2)
JESUS, JESSICA A.; LAGO, JOAO HENRIQUE G.; LAURENTI, MARCIA D.; YAMAMOTO, EDUARDO S.; PASSERO, LUIZ FELIPE D.. Antimicrobial Activity of Oleanolic and Ursolic Acids: An Update. Evidence-based Complementary and Alternative Medicine, . (13/10133-8, 13/16297-2)
JESUS, JESSICA A.; FRAGOSO, THAIS N.; YAMAMOTO, EDUARDO S.; LAURENTI, MARCIA D.; SILVA, MARCELO S.; FERREIRA, AUREA F.; LAGO, JOAO HENRIQUE G.; GOMES, GABRIELA S.; PASSERO, LUIZ FELIPE D.. Therapeutic effect of ursolic acid in experimental visceral leishmaniasis. INTERNATIONAL JOURNAL FOR PARASITOLOGY-DRUGS AND DRUG RESISTANCE, v. 7, n. 1, p. 1-11, . (13/10133-8, 16/00468-0, 13/16297-2, 15/11936-2)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.