Busca avançada
Ano de início
Entree

Expressão dos microRNAs 125b, 221 e 222 em células tumorais prostáticas LNCaP cultivadas com fibronectina

Processo: 13/07107-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2013
Vigência (Término): 06 de novembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Citologia e Biologia Celular
Pesquisador responsável:Flávia Karina Delella
Beneficiário:Brenda de Carvalho Minatel
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):15/00831-5 - Aprimoramento de técnicas moleculares para o estudo de células tumorais utilizando o câncer de pulmão como modelo, BE.EP.IC
Assunto(s):Biologia celular   Neoplasias da próstata   Reprodução   Células tumorais   Diferenciação celular   Fibronectinas   Mecanismos moleculares   MicroRNAs

Resumo

A próstata é uma glândula anexa do sistema genital masculino, encontrada apenas em mamíferos, cuja principal função é produzir parte do fluido seminal. As lesões prostáticas surgem mais comumente em homens de meia idade e o câncer prostático (CaP) é o mais diagnosticado e a segunda causa de mortes por câncer entre os homens na América e nos países da Europa Ocidental. O desenvolvimento do CaP é um processo lento e pode ser resultado do acúmulo de agressões locais promovidas durante décadas, envolvendo, entre outros fatores, alterações genéticas e epigenéticas que desequilibram os mecanismos moleculares que controlam a proliferação e diferenciação celular e apoptose. Com o aumento no número de homens diagnosticados com CaP e com o contínuo aumento no número de óbitos a cada ano, é crescente a quantidade de novas alternativas terapêuticas sugeridas para reduzir o avanço da doença. Descobertas recentes indicam que os tumores humanos apresentam alterações epigenéticas, tais como a expressão desregulada de microRNAs, moléculas consideradas novos oncogenes ou supressores de tumor, os quais podem ser úteis como biomarcadores para o diagnóstico, estadiamento e prognóstico do tumor. Considerando a importância de novos estudos sobre a biologia do CaP e a ação pontual de alguns microRNAs no CaP, o presente estudo tem como objetivo investigar a expressão dos microRNAs oncogênicos miR-125b, miR-221 e miR-222 em células prostáticas tumorais LNCaP expostas ao componente da matriz extracelular fibronectina.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)