Busca avançada
Ano de início
Entree

Síntese de nanopartículas de ouro para amplificação do Espalhamento Raman (SERS) e da fluorescência (SEF) visando aplicações sensoriais

Processo: 13/01897-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2013
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física da Matéria Condensada
Pesquisador responsável:Carlos José Leopoldo Constantino
Beneficiário:Sabrina Aléssio Camacho
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):15/03143-2 - Ajustando o tamanho do núcleo e do recobrimento com sílica de nanopartículas metálicas para eficácia dos fenômenos de amplificação de superfície, BE.EP.DR
Assunto(s):Nanopartículas metálicas   Nanopartículas de ouro   Filmes finos   Metaloporfirinas

Resumo

Neste projeto de doutorado serão preparados filmes nanoestruturados de metaloporfirina utilizando as técnicas spray-LbL (Layer-by-Layer) e Langmuir-Blodgett (LB), possibilitando assim a obtenção de filmes com diferentes arquiteturas moleculares. Nanopartículas metálicas de prata e de ouro (AgNPs e AuNPs) serão incorporadas aos filmes nanoestruturados da metaloporfirina utilizando-se distintas metodologias. O objetivo é avaliar a influência destes parâmetros (tipo de nanopartícula metálica e metodologia de incorporação) sobre os efeitos Raman e Raman ressonante amplificados em superfície (SERS e SERRS) e fluorescência amplificada em superfície (SEF). A protoporfirina IX dimetil éster de zinco(II) foi escolhida como molécula alvo por possuir elevada seção de choque para os efeitos Raman e fluorescência e por permitir a fabricação de filmes spray-LbL e LB. As nanopartículas serão sintetizadas com e sem o recobrimento de sílica. Para nanopartículas sem recobrimento, ou com recobrimento ultrafino (< 4 nm), os efeitos SERS e SERRS da metaloporfirina são favorecidos. À medida que a espessura do recobrimento de sílica aumenta, o efeito SEF passa a ser privilegiado. Complementarmente, o crescimento dos filmes spray-LbL e LB será monitorado via espectroscopia de absorção no ultravioleta-visível e balança de cristal de quartzo. A morfologia em escala micrométrica será determinada via técnica micro-Raman e em escala nanométrica via microscopia de força atômica e eletrônica de varredura. A organização das moléculas nos filmes será determinada por espectroscopia de absorção no infravermelho combinando os modos de transmissão e reflexão. Pretende-se com este projeto contribuir para a ampliação da abrangência dos efeitos SERS, SERRS e SEF, aplicando-os a sistemas do tipo filmes nanoestruturados/nanopartículas metálicas, inclusive possibilitando testes preliminares em dispositivos sensores para detecção de pesticidas.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
REYES GOMEZ, FAUSTINO; RUBIRA, RAFAEL J. G.; CAMACHO, SABRINA A.; MARTIN, CIBELY S.; DA SILVA, ROBSON R.; CONSTANTINO, CARLOS J. L.; ALESSIO, PRISCILA; OLIVEIRA, JR., OSVALDO N.; RICARDO MEJIA-SALAZAR, J. Surface Plasmon Resonances in Silver Nanostars. SENSORS, v. 18, n. 11 NOV 2018. Citações Web of Science: 1.
MEJIA-SALAZAR, JORGE R.; CAMACHO, SABRINA A.; CONSTANTINO, CARLOS J. L.; OLIVEIRA JUNIOR, OSVALDO N. New trends in plasmonic (bio)sensing. Anais da Academia Brasileira de Ciências, v. 90, n. 1, 1, p. 779-801, 2018. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.