Busca avançada
Ano de início
Entree

Potencial antitumoral e toxicológico da solamargina funcionalizada a nanopartículas de vanadato de ítrio

Processo: 13/02744-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2013
Vigência (Término): 31 de março de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Mutagênese
Pesquisador responsável:Denise Crispim Tavares Barbosa
Beneficiário:Ricardo Andrade Furtado
Instituição-sede: Pró-Reitoria Adjunta de Pesquisa e Pós-Graduação. Universidade de Franca (UNIFRAN). Franca , SP, Brasil
Assunto(s):Nanopartículas   Ensaio cometa   Vanadatos   Ítrio   Quimioterapia

Resumo

A quimioterapia é o uso de substâncias químicas para o tratamento do câncer, contudo os efeitos adversos e a resistência às drogas são problemas bem conhecidos na terapia do câncer. Estes fatos somados à complexidade molecular do câncer, devido às várias anormalidades genéticas, tornam-se um obstáculo para os tratamentos dessa doença. Assim, faz-se necessário a pesquisa e o desenvolvimento de fármacos mais efetivos para a quimioterapia do câncer. A associação com nanopartículas é uma alternativa para direcionar o fármaco até o seu sítio de ação, diminuindo a distribuição de moléculas ativas no organismo e consequente diminuição da toxicidade sistêmica. A solamargina é o heterosídeo alcaloídico majoritário produzido pelo fruto da espécie Solanum lycocarpum e tem mostrado promissor potencial antitumoral. Estudos in vitro mostraram que a solamargina foi citotóxica para as linhagens celulares de carcinoma de cólon humano (HT29), hepatoma humano (HepG2 e Hep3B) e câncer de mama (HBL-100, ZR-75-1 e SK-BR-3). Adicionalmente, uma mistura de solasodinas glicosiladas, tendo a solamargina como principal componente, foi capaz de reduzir significativamente tumores de pele não melanômicos em humano, quando administrada por injeções intralesão. No sentido de aumentar a eficiência antitumoral da solamargina e concomitantemente diminuir a sua citotoxicidade em células normais, o presente trabalho se propõe a avaliar o efeito antitumoral da solamargina funcionalizada em nanopartículas de vanadato de ítrio sobre melanoma murino em camundongos C57BL/6. Ainda, o presente estudo objetiva avaliar os efeitos deste composto em diferentes tecidos por análises histopatológica, bioquímica e hematológica. Para o melhor entendimento dos mecanismos de ação da solamargina funcionalizada em nanopartícula, será também avaliada a sua possível genotoxicidade por meio do ensaio cometa em hepatócitos. Este trabalho contribuirá para o melhor entendimento da ação da solamargina, proporcionando sua utilização mais efetiva e segura em futuras aplicações clínicas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FURTADO, RICARDO ANDRADE; OZELIN, SAULO DUARTE; FERREIRA, NATALIA HELEN; MIURA, BARBARA AYUMI; ALMEIDA JUNIOR, SILVIO; MAGALHAES, GEORGIA MODE; NASSAR, EDUARDO JOSE; MIRANDA, MARIZA ABREU; BASTOS, JAIRO KENUPP; TAVARES, DENISE CRISPIM. Antitumor activity of solamargine in mouse melanoma model: relevance to clinical safety. JOURNAL OF TOXICOLOGY AND ENVIRONMENTAL HEALTH-PART A-CURRENT ISSUES, v. 85, n. 4, . (13/02744-7, 13/13903-9, 19/02641-0)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.