Busca avançada
Ano de início
Entree

São Paulo na disputa pelo passado: o Monumento à Independência de Ettore Ximenes como lugar de memória

Processo: 13/08905-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2013
Vigência (Término): 14 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Fundamentos de Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Paulo César Garcez Marins
Beneficiário:Michelli Cristine Scapol Monteiro
Instituição-sede: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):14/14185-5 - O Monumento à Independência de Ettore Ximenes e o intercâmbio artístico entre Brasil e Itália, BE.EP.DR
Assunto(s):História urbana   Imaginário   Memória coletiva   Monumento histórico   Independência do Brasil

Resumo

Este projeto de pesquisa tem por tema o processo de estabelecimento da colina do Ipiranga, sobretudo do Monumento à Independência, como "lugar de memória" da emancipação política brasileira. O monumento foi resultado de um concurso público feito no contexto das comemorações do Centenário da Independência, portanto, em um momento de recriação das identidades nacionais diante da nova conjuntura política brasileira, proporcionada pelo advento da República. O projeto se propõe a analisar o concurso e os debates por ele ensejados, tanto durante o processo quanto após a escolha da obra vencedora. Outra questão fundamental é entender o que haveria motivado a escolha pela obra de Ximenes e, para tanto, é imprescindível compreender a trajetória desse artista italiano e sua inserção no meio artístico nacional, as obras que realizou na Itália, Argentina e Brasil e as possíveis conexões delas com o monumento em questão. Pretende-se também analisar o Monumento à Independência como importante documento da época em que foi produzido, portanto, como instrumento de rememoração dos eventos considerados, pelos paulistas, como relevantes para a Independência brasileira, observando também o diálogo da obra escultórica com a decoração criada por Affonso Taunay para o Museu Paulista e inaugurada durante os festejos do centenário. Acredita-se que o estudo dessas questões contribuirá para o entendimento da criação do "lugar de memória" da Independência, auxiliando a revelar um amplo projeto de afirmação da cidade de São Paulo como centro simbólico do país (do qual participava também o Museu Paulista), num embate evidente com a cidade do Rio de Janeiro no estabelecimento de uma história oficial brasileira. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Biblioteca Brasiliana da USP premia trabalhos apoiados pela FAPESP  

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MONTEIRO, Michelli Cristine Scapol. São Paulo na disputa pelo passado : o Monumento à Independência, de Ettore Ximenes. 2017. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Arquitetura e Urbanismo São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.