Busca avançada
Ano de início
Entree

Morfometria e morfologia da articulação temporomandibular de Felis catus (gato doméstico) por meio de tomografia computadorizada de feixe cônico

Processo: 12/22765-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2013
Vigência (Término): 31 de julho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Marco Antonio Gioso
Beneficiário:Lenin Arturo Villamizar Martinez
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Articulação temporomandibular   Morfologia animal   Morfometria   Tomografia computadorizada de feixe cônico   Odontologia veterinária

Resumo

A articulação temporomandibular (ATM) do gato doméstico é considerada como uma articulação condilar verdadeira ou sinovial, conformada por duas superfícies articulares: a fossa mandibular (FM) da porção petrosa do osso temporal e o processo condilar (PC) do ramo da mandíbula. A FM apresenta na sua margem caudoventral uma extensão denominada processo retroarticular (PR), o qual se sobrepõe à porção caudoventral do processo condilar, impedindo que este último se desloque em sentido caudal. Esta articulação pode ser afetada por alterações congênitas, traumáticas, degenerativas e neoplásicas, que podem vir a afetar a capacidade para se alimentar por parte do animal. Embora diferentes técnicas de diagnóstico por imagem tenham sido utilizadas para descrever a conformação anatômica da articulação temporomandibular nesta espécie, não existem estudos morfométricos que utilizem a tomografia computadorizada de feixe cônico para descrever a suas estruturas, nem a relação que existe entre elas. O objetivo desta pesquisa é determinar por meio de reconstruções multiplanares realizadas a partir de exame de tomografia de feixe cônico, as características morfométricas e a relação articular existente entre FM, o PR e o PC das articulações temporomandibulares (ATMs) em gatos domésticos. Para isto serão mensuradas a profundidade e largura da FM, e serão propostos dois ângulos que permitam avaliar objetivamente a extensão do PR e a relação articular entre as superfícies articulares supracitadas. Assim, serão avaliadas 40 ATMs provenientes de 20 cabeças de gatos adultos de diferentes raças, coletadas no Departamento de Patologia da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo - FMVZ/USP. Os dados obtidos serão submetidos posteriormente a análise estatística. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.