Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do sistema renina-angiotensina intracelular cardíaco induzido pelo alto consumo de sal

Processo: 13/08418-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de setembro de 2013
Vigência (Término): 31 de outubro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Joel Claudio Heimann
Beneficiário:Ellen Priscila Brito Dopona
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Nefrologia   Sistema renina-angiotensina   Sal (condimento)   Sal na dieta   Cardiomegalia

Resumo

O sistema renina-angiotensina é classicamente conhecido por sua ação sistêmica de vasoconstrição. Além da ação sistêmica, existe a produção de todos os componentes e receptores necessários para a formação e ação da angiotensina II em vários órgãos, inclusive no coração. O aumento de angiotensina II no coração tem sido descrito como um potente estímulo para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Muitos mecanismos estão envolvidos no aumento desse peptídeo no coração. O sal parece agir diretamente sobre o coração e induzir a produção de angiotensina II. Diversos estudos mostraram o desenvolvimento de hipertrofia e fibrose cardíaca induzida pela sobrecarga de sal independente do seu efeito sobre a pressão arterial. A angiotensina II age via dois principais receptores. O receptor AT1 está envolvido com a resposta desencadeada pela angiotensina II através do aumento de citocinas e fatores de crescimento que estão relacionados com a resposta hipertrófica e fibrótica e com o aumento de espécies reativas de oxigênio no coração. O receptor AT2 apresenta respostas opostas ao receptor AT1, desencadeando efeito anti-proliferativo, anti-hipertrófico, vasodilatação, antioxidante e anti-fibrótico. Este receptor é altamente expresso no período fetal, no entanto em condições patológicas, ele é re-expresso e contribui para atenuar os efeitos indesejáveis da angiotensina II no coração. Receptores para angiotensina II foram detectados nas membranas internas das mitocôndrias. Recentes estudos mostraram que a angiotensina II na mitocôndria parece estar envolvida com a regulação da produção de óxido nítrico e da função mitocondrial. Com o objetivo de entender melhor o papel do receptor AT2 sobre a hipertrofia e fibrose cardíaca e dos receptores AT1 e AT2 mitocondriaisem modelos de sobrecarga de sal, ratos Wistar machos serão alimentados com dieta normosódia (n=16) ou hipersódica (n= 32) desde o desmame até a 18a semana de idade. O grupo hipersódico será dividido em um grupo que receberá tratamento medicamentoso com o composto 21 (1mg/kg/dia,n=16), agonista do receptor AT2. Serão realizadas as seguintes avaliações: peso corpóreo, pressão arterial caudal, consumo de ração, ingestão hídrica, volume urinário, sódio e potássio plasmático e urinário, diâmetro transverso do cardiomiócito, porcentagem de fibrose cardíaca, status conformacional dos receptores AT1 e AT2, expressão gênica e protéica dos componentes do sistema renina-angiotensina, identificação do receptor AT1 e AT2 mitocondrial. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)