Busca avançada
Ano de início
Entree

Concepções de estado em disputa: uma análise dos governos FHC e Lula através da ação dos agentes da diplomacia

Processo: 13/03048-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2013
Vigência (Término): 30 de junho de 2017
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Outras Sociologias Específicas
Pesquisador responsável:Roberto Grün
Beneficiário:Leandro Garcez Targa
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):15/20610-3 - Concepções de estado em disputa: uma análise dos governos FHC e Lula através da ação dos agentes da diplomacia, BE.EP.DR
Assunto(s):Sociologia política

Resumo

O objetivo do trabalho proposto neste projeto é analisar as concepções de Estado contidas na política externa brasileira que os governos dos presidentes Fernando Henrique Cardoso (FHC) e Luiz Inácio Lula da Silva (Lula) promoveram no Brasil. Para isso, pretende-se analisar as ações de diplomatas ligados ao Ministério das Relações Exteriores (MRE) e ao Instituto Rio Branco (IRBr) através do estudo específico de dois "jogos": a) as discussões sobre a formação da ALCA (Área de Livre Comercio das Américas); e b) as alterações no processo seletivo para entrada no IRBr nos anos de transição dos governos FHC e Lula. Partimos da hipótese de que a alternância do poder no executivo federal marcada pelas eleições de 2002 representou uma interferência inédita no campo da diplomacia, cabendo assim uma avaliação do impacto desta interferência. São poucos os trabalhos sobre a política externa brasileira e o campo de ação dos diplomatas a partir da perspectiva de Pierre Bourdieu. Entendemos que as ferramentas de pesquisa propostas pelo autor (como campo e habitus) podem ser usados para analisar mais precisamente as ações do Estado que envolvam, por exemplo, a discussão da relação entre o campo político, o campo do poder e o campo burocrático. A metodologia de pesquisa se baseia na perspectiva do estudo de histórias de vida e trajetórias de agentes a partir de documentos e entrevistas.