Busca avançada
Ano de início
Entree

Uso de resíduos galvânicos como materiais secundários de interesse agronômico: avaliação das reações de solubilização e do risco ambiental

Processo: 13/09732-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2013
Vigência (Término): 02 de agosto de 2015
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia
Pesquisador responsável:Marcos Yassuo Kamogawa
Beneficiário:Cleiton dos Santos Mattos
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Riscos ambientais   Solubilização   Metal pesado do solo   Resíduos tóxicos

Resumo

Os resíduos provenientes da indústria de eletrodeposição possuem metais potencialmente tóxicos como bário, cádmio, chumbo e cromo, e quando dispostos de forma inadequada, podem contaminar o ambiente e serem prejudiciais à vida humana. Em contrapartida, estes possuem quantidades elevadas de nutrientes como cobre, zinco e níquel, que possuem amplo interesse agronômico. Tais resíduos são denominados como materiais secundários, e têm sido temas de estudos dos setores produtivos, ministério público e instituições de pesquisa. Vários trabalhos têm sido conduzidos com resíduos e confirmam a viabilidade agronômica como fonte de micronutrientes. Entretanto, estes não avaliam as reações químicas que determinam os processos de solubilidade, adsorções ou precipitações dos variados materiais na interface solo-solução do solo-planta. Neste sentido este projeto pretende avaliar a viabilidade do uso de resíduos galvânicos de douração/prateação da indústria de folheados/bijuterias como fonte de cobre e níquel, e principalmente determinar as reações de liberação em solo para plantas. A investigação científica utilizará de procedimentos de extração em solução aquosa e reações químicas em presença de solos e plantas. Reações de adsorção, precipitações, troca iônica, atividade microbiológica e mobilidade também serão avaliadas. Os procedimentos analíticos envolverão técnicas de detecção espectroquímicas como FAAS, GFAAS, ICP-OES e estes serão aplicados no fracionamento dos metais, determinando as porcentagens solúveis, trocáveis e originais, assim como alterações da solubilidade devido à atividade microbiológica, exsudados da rizosfera e presença de fertilizantes. A sequência de experimentos propostos fornecerá fundamentos para identificar as principais reações de solubilização e disponibilidade para as plantas. Este permitirá também que procedimentos analíticos mais apropriados sejam desenvolvidos permitindo a correta predição da disponibilidade dos nutrientes em materiais secundários e avaliar os riscos ambientais associados. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.