Busca avançada
Ano de início
Entree

Os caminhos da identidade indígena na política boliviana: uma abordagem mais densa da etnicidade na política partidária boliviana pós-1985

Processo: 13/15044-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 04 de setembro de 2013
Vigência (Término): 03 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política
Pesquisador responsável:Rossana Rocha Reis
Beneficiário:Aiko Ikemura Amaral
Supervisor no Exterior: Pablo Regalsky
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidad Mayor de San Simón (UMSS), Bolívia  
Vinculado à bolsa:13/01220-4 - Os caminhos da politização da indigeneidade: um estudo sobre a identidade indígena na política boliviana pós-1985, BP.MS
Assunto(s):Movimentos sociais   Indígenas   Identidade étnica   Bolívia

Resumo

O presente projeto é parte de uma pesquisa de mestrado em andamento sobre a politização da identidade indígena e sobre etnicidade na política boliviana atual. O projeto de mestrado está focado em entender o fenômeno recente de crescente relevância das identidades étnicas na democracia boliviana; o sentido de "indígena" para as instituições políticas do país - em especial os chamados "partidos étnicos" ou ainda os "instrumentos políticos" - mas também para os movimentos sociais; e, mais além, o impacto de tais sobre o sistema político boliviano como um todo. Com o auxílio do referencial teórico da abordagem construtivista das Relações Internacionais, da teoria de movimentos sociais e da teoria do reconhecimento de Honneth, visamos compreender o processo de construção mútua da identidade Indígena e do atual sistema político, enfatizando seu caráter intersubjetivo, as mudanças nas relações de poder e o contexto no qual essas alterações nos discursos e práticas políticas se deram. O projeto de pesquisa no exterior objetiva atingir melhor compreensão das relações que levou a que os partidos políticos e movimentos sociais a se envolver em uma luta por reconhecimento que busca a ampliação (ou mesmo a derrocada) dos frames dominantes no contexto boliviano. Assim, buscamos assim, a consolidação de um extensa base de dados conformada por entrevistas, fontes documentais e midiáticas, bem como literatura acadêmica. Mais além de visar, assim, a elevação da qualidade da pesquisa de mestrado proposta, tal pesquisa e trabalho de campo no exterior devem compor a análise com um conhecimento mais aprofundado do tema em tela, mas também da sociedade boliviana como um todo. Assim, buscamos constituir, baseando-nos em uma triangulação metodológica, uma base consistente para a o desenvolvimento do estudo da crescente justaposição do desenvolvimento da identidade indígena e das mudanças na política institucional boliviana, na medida em que a etnicidade ganha centralidade na luta por reconhecimento na Bolívia. (AU)