Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do diabetes mellitus do tipo I sobre a poliploidização, metilação de DNA e expressão gênica em hepatócitos de camundongos

Processo: 13/15339-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2013
Vigência (Término): 31 de agosto de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Maria Luiza Silveira Mello
Beneficiário:Natália de Brito Damasceno
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:10/50015-6 - Estrutura e organização da cromatina com o envelhecimento e o diabetes frente a alterações induzidas em marcadores epigenéticos, AP.TEM
Assunto(s):Hepatócitos   Diabetes mellitus tipo 1   Epigênese genética   Cromatina

Resumo

A hiperglicemia causada pelo diabetes mellitus (DMTI) provoca alterações na poliploidia e na estrutura cromatínica de hepatócitos de camundongo. Essas alterações poderiam estar relacionadas com modificações na abundância e na atividade de proteínas reguladoras chaves, como as DNA metiltransferases (DNMT), assim como com alterações na expressão gênica. Em projeto anterior de Iniciação Científica junto à FAPESP (Proc. 2012/16232-5) determinamos haver diminuição na abundância de metilação de DNA em camundongos NOD ("non-obese diabetic") em condições de hiperglicemia. Em modelo de cultura de hepatocarcinoma humano detectamos plasticidade na expressão gênica, porém não em marcadores epigenéticos em situação de simulação de DMTI. Há relato na literatura de que, em pacientes diabéticos, algumas consequências da doença, como a retinopatia, não apresentam uma reversão do quadro, apesar de um tratamento intensivo com insulina. Este fenômeno foi denominado de memória hiperglicêmica. No presente projeto tem-se como objetivo constatar em modelo de camundongos in vivo a ocorrência de plasticidade nas alterações referentes à poliploidia, à abundância de metilação de DNA e à expressão de genes específicos em hepatócitos de camundongos diabéticos quando se efetua tratamento com insulina. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.