Busca avançada
Ano de início
Entree

Preferência da intensidade de esforço e seus efeitos em parâmetros psicofisiológicos

Processo: 13/10503-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2013
Vigência (Término): 31 de julho de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Eduardo Kokubun
Beneficiário:Bruno de Paula Caraça Smirmaul
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Assunto(s):Psicofisiologia   Exercício físico

Resumo

A inatividade física é vista como um dos maiores problemas de saúde pública dos dias atuais. Mesmo sendo benéfica a diversas doenças, as taxas de inatividade física e de desistência a programas de exercício físico são altas. A intensidade de exercício prescrita podem influenciar estados psicofisiológicos e consequentemente a aderência à prática, e sabe-se que há grande variabilidade nessas respostas até mesmo para a mesma intensidade relativa de esforço entre indivíduos. Assim, os objetivos desses estudos são: (1) traduzir e adaptar transculturalmente um questionário de preferência de intensidade e tolerância ao exercício (PRETIE-Q) para a língua portuguesa (Brasil); (2) aplicação do questionário traduzido e adaptado transculturalmente a uma amostra populacional a fim de analisar padrões de preferência de intensidade de exercícios físicos; (3) testar se preferências individuais de intensidade trazem benefícios psicofisiológicos durante e após o exercício quando comparado à intensidades não preferidas. Será utilizado o método de tradução e tradução reversa, aplicação de questionário, e exercício em esteira ergométrica, respectivamente, para os 3 estudos. As análises serão feitas pelos testes: coeficiente de Cronbach, coeficiente de correlação intraclasse, análise fatorial exploratória, regressão de Poisson e Anova de dois fatores para medidas repetidas. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BRUNO PAULA CARAÇA SMIRMAUL; PANTELEIMON EKKEKAKIS; INAIAN PIGNATTI TEIXEIRA; PRISCILA MISSAKI NAKAMURA; EDUARDO KOKUBUN. Preference for and Tolerance of the Intensity of Exercise questionnaire: Brazilian Portuguese version. Rev. bras. cineantropom. desempenho hum., v. 17, n. 5, p. 550-564, Out. 2015.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SMIRMAUL, Bruno de Paula Caraça. Preference for and tolerance of the intensity of exercise : brazilian portuguese adaptation and validation, normative values, factors associated and relationship with exercise behavior. 2016. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Biociências (Campus de Rio Claro)..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.