Busca avançada
Ano de início
Entree

O envolvimento das Orexinas e do BDNF sobre as consequências comportamentais induzidas pela restrição calórica

Processo: 13/06569-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2013
Vigência (Término): 31 de março de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Neuropsicofarmacologia
Pesquisador responsável:Sâmia Regiane Lourenço Joca
Beneficiário:Laura Alves Stanquini
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Orexinas   Ingestão de alimentos   Fator neurotrófico derivado do encéfalo   Restrição calórica

Resumo

O BDNF é uma neurotrofina abundante no SNC e, através da ligação com os receptores TrkB, facilita a sobrevivência e diferenciação neuronal.Além disso, essa neurotrofina também parece desempenhar um papel-chave na homeostase energética já que a haploinsuficiência de BDNF e seu receptor TrkB leva a excessivo ganho de peso precoce e hiperfagia. Dados na literatura sugerem que a restrição calórica pode modular a sinalização do BDNF em estruturas límbicas do SNC. Além disso, a restrição calórica altera diversos fatores responsáveis pelo controle da homeostase energética, entre eles, o aumento na liberação dos peptídeos orexinas A e B, pelo hipotálamo lateral. Os neurônios liberadores desse peptídeo se projetam para diversas áreas do SNC tais como o hipocampo e o córtex. Ainda, estudos sugerem que a expressão de OXA modula o comportamento de respostas adaptativas ao estresse e, e este efeito pode ser intermediado por facilitação na sinalização de BDNF. Assim, dados na literatura sugerem que a restrição calórica promove efeitos tipo antidepressivo que seriam promovidos pelo aumento na liberação de OXA. Ainda, trabalhos indicam que a sinalização aumentada de OXA pela restrição alimentar levaria aos efeitos comportamentais por aumentar a expressão de BDNF. Portanto, a hipótese deste trabalho é que o efeito antidepressivo da restrição calórica esteja sendo mediado por um aumento da OXA no hipocampo e/ou no córtex, a qual ao se ligar em receptores OX1R é capaz de facilitar a via do BDNF através da sinalização de seu receptor TrkB.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
STANQUINI, LAURA A.; RESSTEL, LEONARDO B. M.; CORREA, FERNANDO M. A.; JOCA, SAMIA R. L.; SCOPINHO, AMERICA A. Prelimbic cortex 5-HT1A and 5-HT2C receptors are involved in the hypophagic effects caused by fluoxetine in fasted rats. Pharmacology Biochemistry and Behavior, v. 136, p. 31-38, SEP 2015. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.