Busca avançada
Ano de início
Entree

Dinâmica da diversificação de Placentalia (Mammalia): integrando o registro fóssil com filogenias moleculares.

Processo: 13/10885-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2013
Vigência (Término): 30 de junho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biologia Geral
Pesquisador responsável:Tiago Bosisio Quental
Beneficiário:Mauro Toshiro Caiuby Sugawara
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/04072-3 - O papel das taxas de extinção e especiação e o efeito dos diferentes níveis de organização biológica na origem e manutenção da biodiversidade, AP.JP
Bolsa(s) vinculada(s):14/20385-7 - Evolução do tamanho de corpo em mamíferos: a prevalência de Cope's rule, BE.EP.MS
Assunto(s):Macroecologia

Resumo

Entender os padrões históricos da dinâmica de diversificação é de suma importância para muitas questões evolutivas. As abordagens mais comumente utilizadas nestes estudos são o registro fóssil e filogenias moleculares, porém ambas apresentam limitações. A paleontologia analítica representa a forma mais direta de se investigar a dinâmica da diversificação, porém apenas poucos grupos possuem um registro fóssil bom o suficiente para este tipo de análise. Em contrapartida, a reconstrução filogenética a partir de dados moleculares não apresenta limitação taxonômica e filogenias de diversos grupos estão hoje disponíveis. Estudos recentes indicam a necessidade de utilizar ambas abordagens a fim de tornar a inferência da história evolutiva mais robusta. O presente projeto tem como objetivo integrar estas abordagens para estudar a dinâmica de diversificação das 21 ordens de Placentalia e investigar possíveis mecanismos responsáveis por gerar os padrões de diversificação encontrados.Mais especificamente irei: 1- utilizar o registro fóssil para caracterizar a trajetória da diversidade das ordens de Placentalia; 2- utilizar reconstruções filogenéticas a partir de dados moleculares para investigar se o declínio de diversidade (inferido a partir do registro fóssil) é filogeneticamente mais "agregado" do que o esperado ao acaso (i.e., apresenta um sinal filogenético); 3- testar a hipótese de que o tamanho do corpo determina o sucesso evolutivo de diferentes ordens de Placentalia.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SUGAWARA, Mauro Toshiro Caiuby. Dinâmica de diversificação de Placentalia (Mammalia): integrando o registro fóssil com filogenias moleculares. 2015. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Biociências São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.