Busca avançada
Ano de início
Entree

O papel da restauração ecológica no resgate da diversidade florística e funcional e na melhoria da estrutura da paisagem regional da Mata Atlântica

Processo: 12/24118-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2014
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Ricardo Ribeiro Rodrigues
Beneficiário:Debora Cristina Rother
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Biodiversidade   Ecologia da paisagem   Conectividade estrutural (ecologia)   Destruição de habitat   Mata Atlântica   Fragmentos florestais   Restauração ecológica

Resumo

As interações entre espécies, a diversidade de características funcionais e a estrutura da paisagem são atributos importantes para a funcionalidade da vegetação. No entanto, o histórico de degradação das áreas naturais da Mata Atlântica tem seriamente ameaçado a conservação da biodiversidade e o funcionamento de seus ecossistemas. Como forma de mitigar os impactos negativos da degradação ambiental, as ações de restauração ecológica têm sido cada vez mais aplicadas nas paisagens fragmentadas. Ações de restauração são, no entanto, altamente custosas economicamente conferindo a essa prática uma necessidade de sucesso. Apesar da importância desse tema, existe uma carência de conhecimento sobre a visão ecossistêmica das ações de restauração ecológica. Inexistem trabalhos que abordem os fluxos biológicos entre as áreas remanescentes e as áreas em restauração. Com base nisso, o objetivo da proposta é avaliar a efetividade das áreas em restauração da Mata Atlântica no resgate da diversidade florística e funcional, bem como na melhoria da estrutura da paisagem regional. Para contribuir de forma substancial para o avanço da ecologia da restauração será aplicada uma abordagem de estudo que combina dados biológicos dos remanescentes e das áreas em restauração com métricas da paisagem. Considerando-se a paisagem fragmentada do interior de São Paulo inserida em matriz de cana-de-açúcar, essa nova abordagem será testada em duas regiões: Morro Agudo e Araras, SP. Para cada uma dessas regiões serão sorteadas três unidades amostrais. Cada unidade sorteada deverá conter uma área em restauração e pelo menos um remanescente. A diversidade de espécies arbustivo-arbóreas e de grupos funcionais (regeneração, polinização, dispersão e dependência de fauna dispersora) será avaliada em parcelas de 25 x 4 m instaladas em cada remanescente e área em restauração. Nas áreas em restauração, além desses parâmetros, será também avaliada a diversidade de regenerantes que será comparada à diversidade taxonômica e funcional dos remanescentes para a análise do fluxo de espécies entre remanescentes e áreas restauradas. Para a paisagem serão analisadas a estrutura e a configuração pelo uso de métricas. Por essa abordagem serão identificadas as falhas e acertos das ações de restauração, assim como serão propostas estratégias efetivas de conservação das paisagens altamente fragmentadas pelo uso agrícola na Mata Atlântica. Adicionalmente, esse projeto propõe a consolidação da ecologia funcional em paisagens fragmentadas como uma linha de pesquisa dentro da ecologia da restauração. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ROTHER, DEBORA CRISTINA; LIBONI, ANA PAULA; SILVA MAGNAGO, LUIZ FERNANDO; CHAO, ANNE; CHAZDON, ROBIN L.; RODRIGUES, RICARDO RIBEIRO. Ecological restoration increases conservation of taxonomic and functional beta diversity of woody plants in a tropical fragmented landscape. FOREST ECOLOGY AND MANAGEMENT, v. 451, NOV 1 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.