Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do envelhecimento e do desempenho cognitivo sobre a adaptabilidade da colocação do pé durante o andar

Processo: 13/18064-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 10 de dezembro de 2013
Vigência (Término): 09 de maio de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Lilian Teresa Bucken Gobbi
Beneficiário:Paulo Henrique Silva Pelicioni
Supervisor no Exterior: Stephen Lord
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of New South Wales (UNSW), Austrália  
Vinculado à bolsa:12/20498-0 - Impacto da doença de Parkinson sobre as características cinéticas e cinemáticas da tarefa de levantar e andar em caidores e não caidores, BP.MS
Assunto(s):Marcha (locomoção)   Envelhecimento

Resumo

Com o decorrer do envelhecimento, o andar e equilíbrio sofrem alterações marcantes. Referindo-se ao andar, o envelhecimento pode desempenhar um papel importante na modificação da cinemática da marcha que são causadas por dois aspectos principais: déficits na capacidade física e declínios cognitivos. Portanto, ambas as condições precisam estar disponíveis de forma otimizada para alcançar um bom desempenho durante tarefas motoras, principalmente quando se refere à escolha da colocação dos pés depois de ultrapassar obstáculos ou a fim de evitar alguma colisão durante o andar. Situações envolvendo a escolha da colocação dos pés são constantemente realizadas durante as atividades da vida diária. No entanto existe uma falta de conhecimento sobre os efeitos do envelhecimento na escolha do passo durante o desvio de obstáculos, principalmente quando este surge no caminho de forma repentina. Dessa forma, os objetivos deste estudo são: (i) comparar a adaptabilidade da colocação dos pés em relação à precisão da resposta do passo durante o andar de jovens e idosos; e (ii) avaliar se as variáveis da adaptabilidade da colocação dos pés se correlacionam com o padrão de medidas neuropsicológicas e sensório-motoras. Trinta indivíduos de ambos os sexos participarão deste estudo e serão distribuídos em dois grupos: 15 idosos e 15 jovens. Variáveis neuropsicológicas e sensório-motoras serão avaliadas através dos seguintes testes: Physiological Profile Assesment, Stroop Color-Word Test e Trail Making Test. A fim de avaliar a adaptação da colocação dos pés durante a marcha, um teste de fácil acesso, manuseio e transporte será desenvolvido. Para esse teste, os participantes irão andar em uma passarela com a velocidade preferida e durante algumas tentativas um inesperado alvo quadrado (23cm x 23cm) será projetado no piso e o participante deverá evitar o alvo ou pisar sobre o mesmo, de acordo com sua cor. A adaptabilidade da colocação dos pés será avaliada através das seguintes medidas: o número de respostas corretas e incorretas e análise cinemática (variáveis temporais e espaço-temporais) durante a passada de localização do alvo e adaptação do passo depois do surgimento do alvo. Estas variáveis serão comparadas entre os grupos usando uma análise estatística apropriada (p<0,05). (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CAETANO, MARIA JOANA D.; LORD, STEPHEN R.; SCHOENE, DANIEL; PELICIONI, PAULO H. S.; STURNIEKS, DAINA L.; MENANT, JASMINE C. Age-related changes in gait adaptability in response to unpredictable obstacles and stepping targets. GAIT & POSTURE, v. 46, p. 35-41, MAY 2016. Citações Web of Science: 20.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.