Busca avançada
Ano de início
Entree

Distribuição espacial e temporal da fauna bentônica na zona de desembocadura do Rio Guareí no Rio Paranapanema - SP

Processo: 13/13299-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2013
Vigência (Término): 31 de agosto de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Raoul Henry
Beneficiário:Daniela Aparecida Silveira Cesar
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Distribuição espacial   Distribuição temporal

Resumo

Os macroinvertebrados aquáticos têm sido tradicionalmente estudados na descrição de aspectos estruturais e funcionais de ecossistemas aquáticos lóticos. Apresentam um papel funcional importante nos ecossistemas aquáticos, participando no processo da decomposição da matéria orgânica, na dinâmica de nutrientes e no fluxo de energia. A fauna dos organismos bentônicos é bastante diversificada e o padrão de distribuição dessa comunidade pode ser influenciado por vários fatores ambientais. O presente trabalho tem como objetivo analisar a variação espacial na estrutura da comunidade bentônica na região de desembocadura do rio Guareí no Rio Paranapanena, na região a montante da Represa de Jurumirim - SP em dois períodos no ano: seco e chuvoso; identificar a possível variabilidade na composição e abundância da comunidade em micro-escalas espaciais (rio, zona de transição rio - foz, áreas alagadas marginais) e determinar os fatores ambientais que controlam a distribuição espacial e temporal da comunidade bentônica. As coletas serão realizadas no período de seca (Setembro de 2013) e no verão (Fevereiro de 2014) em oito pontos de amostragem distribuídos na zona de transição rio Guareí - desembocadura no rio Paranapanema. Em cada ponto de coleta, serão recolhidas três réplicas de sedimento para analise dos macroinvertebrados bentônicos e uma para as analises do sedimento totalizando 32 amostras em cada período de estudo. As variáveis ambientais vão ser analisadas por meio de aspectos físicos e químicos da água e serão determinados analise do sedimento, como a composição granulométrica e a porcentagem de matéria orgânica. Os parâmetros biológicos serão determinados para a análise da fauna presente no sedimento.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.