Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito agudo do alongamento de diferentes grupos musculares no desempenho muscular de idosas

Processo: 13/07008-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2013
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Sebastião Gobbi
Beneficiário:Carolina Pasqual Celestrin
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):14/02634-0 - Relação entre flexibilidade, força muscular e medo de cair em idosos, BE.EP.IC
Assunto(s):Envelhecimento   Flexibilidade

Resumo

Dentre as inúmeras possibilidades de exercícios físicos, tem-se recomendado que rotinas de alongamento sejam incorporadas a programas de treinamento voltados para a população idosa, e que estes sejam preferencialmente realizados nos mesmos dias que exercícios com pesos e aeróbios. Entretanto, estudos têm demonstrado que exercícios de alongamento estático podem comprometer de forma aguda a produção de força muscular. E, embora pareça haver uma relação entre a musculatura alongada e a resposta de força muscular, nenhum estudo foi encontrado analisando tal relação. Desta forma, o objetivo do presente estudo será analisar o efeito agudo do alongamento de diferentes grupos musculares no desempenho muscular de idosas. Participarão deste estudo 15 mulheres idosas, fisicamente ativas. As participantes visitarão o laboratório durante seis dias consecutivos, dos quais três serão destinados à familiarização. Nos três dias subsequentes todas as participantes serão submetidas às condições experimentais: controle (C, sem alongamento); alongamento apenas do músculo quadríceps (AQ); alongamento completo (AC), voltado para os principais grupos musculares envolvidos na flexão de joelhos e quadris. As condições experimentais serão realizadas com intervalo de no mínimo 24 horas e a ordem de execução das mesmas será aleatorizada. O registro da curva força tempo isométrica e da atividade eletromiográfica dos músculos vasto medial e vasto lateral serão feitas em aparelho Leg Press, conectado a um transdutor de força. As medidas serão registradas imediatamente após cada condição experimental, durante cinco segundos. Para análise estatística, serão empregados procedimentos descritivos e o teste ANOVA One way para medidas repetidas (p<0,05).