Busca avançada
Ano de início
Entree

Associação entre dor musculoesquelética crônica, incapacidade e aspectos emocionais

Processo: 13/10482-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2013
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Thaís Cristina Chaves
Beneficiário:Suzana Cristina Almeida
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Inquéritos e questionários   Fibromialgia   Fisioterapia

Resumo

Dor (crônica ou aguda) é o sintoma mais frequente nas disfunções musculoesqueléticas, é considerada experiência pessoal, subjetiva e multidimensional. A dor crônica esta diretamente relacionada a transtornos, tais como, depressão, ansiedade, cinesiofobia e pensamentos catastróficos, que podem estar associados a alterações na incapacidade, funcionalidade e percepção de dor do indivíduo. Também existe uma relação entre a extensão em área da dor e a severidade do quadro clínico. Entretanto, não foram encontrados na literatura estudos que tenham verificado essas associações em pacientes com dores locais e generalizadas. O objetivo desse estudo será estabelecer associações entre a dor e aspectos relacionados à incapacidade, funcionalidade e disfunções psicológicas, tais como catastrofização, depressão, ansiedade e cinesiofobia em pacientes com dor crônica musculoesquelética. Serão recrutadas 100 mulheres de 18 a 45 anos que possuem dor crônica musculoesquelética, frequentadoras do serviço de Fisioterapia no Centro de Saúde Escola (CSE) da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto. Estas serão divididas em grupos de acordo com seus quadros clínicos: Fibromialgia, Lombalgia, Síndrome do Impacto no ombro, Cervicalgia e dores de joelhos. Os grupos serão submetidos ao questionário geral, a Escala Graduada de Dor Crônica (EGDC), Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão (HADS), Escala de Pensamentos Catastróficos sobre Dor, Escala Tampa de Cinesiofobia e à avaliação de limiar de dor por pressão através da algometria. Demais ferramentas serão aplicadas especificamente para cada grupo conforme os perfis das pacientes: Indice de incapacidade relacionada à dor no pescoço (IIRP), Questionário de Incapacidade de Roland Morris (RMDQ) (lomalgia), Quick Dash (ombro), Questionário, "Lower Extremity Functional Scale" (LEFS) (membro inferior) e Fibromyalgia Impact Questionnaire (FIQ). Para análise estatística será utilizada ANOVA e Regressão multivarida (SPSS, 17). A verificação de associação entre aspectos de funcionalidade, psicossociais e dor podem auxiliar no direcionamento de estratégias de tratamento, uma vez que melhoras nos níveis de dor podem levar a alterações nos níveis de incapacidade e nos aspectos psicossociais.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ALMEIDA, SUZANA C.; GEORGE, STEVEN Z.; LEITE, V, RAQUEL D.; OLIVEIRA, ANAMARIA S.; CHAVES, THAIS C. Cluster subgroups based on overall pressure pain sensitivity and psychosocial factors in chronic musculoskeletal pain: Differences in clinical outcomes. PHYSIOTHERAPY THEORY AND PRACTICE, v. 35, n. 12, p. 1218-1232, DEC 2 2019. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.