Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do potencial fitotóxico e inseticida de extratos de Lyngbya majuscula Gomont e Nitella furcata

Processo: 13/09994-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2013
Vigência (Término): 31 de agosto de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Botânica Aplicada
Pesquisador responsável:Regildo Márcio Gonçalves da Silva
Beneficiário:Aníbal Reinaldo de Andrade
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis , SP, Brasil
Assunto(s):Fitotoxicidade   Antioxidantes   Germinação   Alelopatia

Resumo

A alelopatia é um mecanismo de interação bioquímica entre organismos, considerada uma forma de adaptação química. Neste fenômeno, biomoléculas produzidas por uma determinada espécie são liberadas para o meio ambiente e influenciam no crescimento e desenvolvimento de outros organismos. Assim, o objetivo deste estudo é avaliar o potencial fitotóxico dos extratos de Lyngbya majuscula e Nitella furcata por meio dos bioensaios de pré e pós-emergência, investigar a possível influência destes no material genético (índice mitótico) de raízes de Allium cepa teste e avaliar também a atividade inseticida sobre Sitophilus zeamais. É objetivo deste ainda, avaliar potencial antioxidante e quantificar os fenóis e flavonoides totais dos extratos. Para tanto os bioensaios (pré e pós-emergência) e os testes inseticidas serão conduzidos em laboratório, as sementes e plântulas de Lactuca sativa serão tratadas com os extratos de Lyngbya majuscula e Nitella furcata (nas concentrações de 5, 10 e 20 mg/mL) e um grupo controle negativo (água). Já na avaliação inseticida, os extratos serão administrados por aplicação tópica em sementes de milho que serão oferecidas para insetos adultos de Sitophilus zeamais nas concentrações 5, 10 e 20 mg/mL e para o grupo controle as sementes serão pulverizadas com água destilada. A determinação da ação fitotóxica dos extratos será avaliada por meio do teste de índice mitótico. A atividade antioxidante e a determinação de fenóis e flavonoides destes extratos por meio espectrofotométrico. Sendo assim a investigação e determinação de compostos com potencial alelopático é de suma importância para maior entendimento das interações ecológicas existentes entre organismos em um determinado ambiente, como também para uma possível produção de um herbicida e/ou inseticida natural.