Busca avançada
Ano de início
Entree

Pesquisa de Leptospira spp. em mamíferos silvestres de vida livre na região de Botucatu, SP: implicações na conservação de espécies e na saúde pública

Processo: 13/18229-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de outubro de 2013
Vigência (Término): 30 de junho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Helio Langoni
Beneficiário:Amanda Capeletti Vendrami
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/05285-0 - Pesquisa de Leptospira spp. em mamíferos silvestres de vida livre na região de Botucatu, SP: implicações na conservação de espécies e na saúde pública, AP.R
Assunto(s):Leptospirose   Animais selvagens   Técnicas de diagnóstico animal

Resumo

: A leptospirose é zoonoses de grande importância nos animais e no homem. São escassos os estudos em animais selvagens e, devido ao papel dos mesmos como reservatórios de outras enfermidades, bem como a severidade das lesões causadas pela leptospirose, o presente estudo teve como objetivo principal pesquisar a infecção por Leptospira spp. em mamíferos silvestres de vida livre da região de Botucatu, SP. Foram selecionados 9 fragmentos de mata nativa para a captura dos animais, utilizando-se armadilhas do tipo "tomahawk", iscadas com frutas e carne. Os animais serão anestesiados, e amostras de sangue e urina serão coletadas. A pesquisa de anticorpos anti-Leptospira spp. será realizada pela técnica de Soroaglutinação Microscópica (SAM). A Reação em Cadeia pela Polimerase (PCR) será realizada nas amostras de sangue e urina para a pesquisa de DNA, e as que apresentarem resultados positivos serão analisadas pela PCR quantitativa (qPCR) para a quantificação da carga bacteriana. A avaliação do estado de saúde dos animais será realizada pelo exame físico, hemograma, dosagem sérica de enzimas hepáticas, renais e urinálise. Para comparar a prevalência da infecção nas diferentes espécies, bem como em diferentes estações do ano, será utilizado o teste do Qui-quadrado. Para avaliar a correlação entre a carga bacteriana e os títulos de anticorpos será realizado o teste de Spearman (rs). (AU)