Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise cladística e biogeográfica de Huascaromusca Townsend, 1918 (Diptera, Calliphoridae, Mesembrinellinae)

Processo: 13/16525-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2013
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Carlos José Einicker Lamas
Beneficiário:Priscylla Moll de Arruda
Supervisor no Exterior: Norman E. Woodley
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Smithsonian National Museum of Natural History, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:12/09256-5 - Análise cladística e biogeográfica de Huascaromusca Townsend, 1918 (Diptera, Calliphoridae, Mesembrinellinae), BP.MS
Assunto(s):Diptera   Biogeografia   Filogenia   Calliphoridae   Moscas

Resumo

Calliphoridae é uma família de caliptrados caracterizada, principalmente, pela coloração metálica de todo ou em parte do corpo. Possui cinco subfamílias, sendo uma delas Mesembrinellinae, que é formada por espécies exclusivamente neotropicais, de florestas tropicas úmidas, e que são facilmente caracterizadas pela coloração castanho-amarelada do tórax e metálica do abdômen. Atualmente são reconhecidas cerca de 30 espécies no grupo e seu posicionamento dentro de Calliphoridae vem gerando freqüentes discussões na literatura, inclusive com a proposta do status de família por alguns autores. Isso possivelmente é um reflexo da necessidade de estudos filogenéticos do grupo. Dentre os nove gêneros que compõem Mesembrinellinae, Huascaromusca é, historicamente, o gênero mais negligenciado nos trabalhos relacionados à subfamília e necessita de mais estudos. Apresenta oito espécies distribuídas em seis países da região Neotropical, desde o Brasil até a Costa Rica, porém com uma grande lacuna de distribuição geográfica que pode refletir o precário conhecimento do grupo. O presente trabalho tem como objetivo inferir as relações filogenéticas desse gênero e, a partir da filogenia gerada, realizar um estudo biogeográfico. (AU)