Busca avançada
Ano de início
Entree

Relação da Adiposidade Visceral, Hepática e Óssea com a Densidade Mineral Óssea e Ocorrência de Fratura no Diabetes Melito tipo 1.

Processo: 13/09853-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2013
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Francisco José Albuquerque de Paula
Beneficiário:Adriana Lelis Carvalho
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):14/14505-0 - Efeitos do balanço energético sobre a massa óssea e a adiposidade da medula óssea no diabetes melito do tipo 1, BE.EP.DR
Assunto(s):Ressonância magnética   Diabetes mellitus   Densitometria óssea   Osteocalcina   Osteoporose

Resumo

Até recentemente, atribuía-se ao osso apenas o papel de depósito mineral e de suporte mecânico. Da mesma forma, o tecido adiposo era considerado pouco ativo metabolicamente e sem influência na regulação da utilização de energia. Nas últimas décadas, evidências têm revelado importante papel interativo entre os tecidos ósseo e adiposo na regulação do metabolismo energético e mineral. Por esta razão, surgiu um grande interesse no estudo das interações entre o metabolismo energético e ósseo, bem como da associação entre diabetes melito (DM) e a osteoporose. A interação entre o tecido adiposo e o ósseo ocorre, em parte, por meio da leptina. Esta adipocitocina, secretada pelo tecido adiposo, tem complexa ação central e periférica sobre os osteoblastos, inibindo ou estimulando a formação óssea, respectivamente. Por sua vez, a osteocalcina, peptídeo sintetizado pelos osteoblastos está relacionado com o aumento da sensibilidade à insulina e da secreção deste hormônio pelo pâncreas. Estudos também demostram que a insulina age sobre aos osteoblastos, ligando-se a receptores existentes na superfície destas células, promovendo a formação óssea. Além disso, outro aspecto relevante é o compartilhamento da origem entre osteoblastos e adipócitos a partir de uma mesma célula mesenquimal. Assim, a presente proposta pretende avaliar a qualidade e quantidade de massa óssea e a interação entre o metabolismo ósseo e o energético em indivíduos com DM do tipo 1 (DM1), indivíduos DM1 submetidos ao transplante de células-tronco hematopoiéticas e indivíduos não diabéticos.Palavras chave: Diabetes melito. Osteoporose. Osteocalcina. Adiposidade da medula óssea.

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CARVALHO, ADRIANA L.; MASSARO, BIANCA; E SILVA, LUCIANA T. P.; SALMON, CARLOS E. G.; FUKADA, SANDRA Y.; NOGUEIRA-BARBOSA, MARCELLO H.; ELIAS, JR., JORGE; FREITAS, MARIA C. F.; COURI, CARLOS E. B.; OLIVEIRA, MARIA C.; SIMOES, BELINDA P.; ROSEN, CLIFFORD J.; DE PAULA, FRANCISCO J. A. Emerging Aspects of the Body Composition, Bone Marrow Adipose Tissue and Skeletal Phenotypes in Type 1 Diabetes Mellitus. JOURNAL OF CLINICAL DENSITOMETRY, v. 22, n. 3, p. 420-428, JUL-SEP 2019. Citações Web of Science: 2.
CARVALHO, ADRIANA LELIS; DEMAMBRO, VICTORIA E.; GUNTUR, ANYONYA R.; LE, PHUONG; NAGANO, KENICHI; BARON, ROLAND; ALBUQUERQUE DE PAULA, FRANCISCO JOSE; MOTYL, KATHERINE J. High fat diet attenuates hyperglycemia, body composition changes, and bone loss in male streptozotocin-induced type 1 diabetic mice. Journal of Cellular Physiology, v. 233, n. 2, p. 1585-1600, FEB 2018. Citações Web of Science: 3.
MOTYL, KATHERINE J.; GUNTUR, ANYONYA R.; CARVALHO, ADRIANA LELIS; ROSEN, CLIFFORD J. Energy Metabolism of Bone. TOXICOLOGIC PATHOLOGY, v. 45, n. 7, p. 887-893, OCT 2017. Citações Web of Science: 4.
DE PAULA, FRANCISCO J. A.; DE ARAUJO, IANA M.; CARVALHO, ADRIANA L.; ELIAS, JR., JORGE; SALMON, CARLOS E. G.; NOGUEIRA-BARBOSA, MARCELLO H. The Relationship of Fat Distribution and Insulin Resistance with Lumbar Spine Bone Mass in Women. PLoS One, v. 10, n. 6 JUN 11 2015. Citações Web of Science: 20.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.