Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito dos tratamentos dessensibilizantes no desenvolvimento de lesões erosivas dentinárias

Processo: 13/02450-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2013
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Regina Guenka Palma-Dibb
Beneficiário:Júlia Olien Sanches
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Permeabilidade dentária   Erosão dentária   Dessensibilizantes dentinários

Resumo

O objetivo do presente trabalho será avaliar in vitro o efeito dos tratamentos dessensibilizantes (TDs) sobre a dentina radicular bovina erodida em diferentes tempos e, in vivo, o efeito sobre a hipersensibilidade dentinária (HD) e a evolução do processo erosivo/abrasivo. No estudo in vitro serão utilizados 80 fragmentos de dentina radicular bovina, divididos em 6 grupos: G1 controle; G2 Oxagel; G3 Sensitive Pró-Alívio dessensibilizante; G4 Mi Paste; G5 agente experimental (caseína); G6 laser de diodo. Por meio da microscopia confocal a laser (MCL) serão avaliados a morfologia da superfície, dimensões dos túbulos dentinários, perda de volume, degrau de desgaste, perfil de desgaste e rugosidade e, por meio da microscopia óptica (MO), a permeabilidade dentinária. As análises serão realizadas após a aplicação dos TDs em 3 diferentes períodos de erosão (ácido cítrico 0,3%) e os dados serão analisados previamente para determinar o método estatístico mais adequado. O estudo in vivo avaliará o efeito do TD que obtiver melhores resultados na primeira etapa.Serão selecionados 20 pacientes que apresentam lesões cervicais erodidas que serão divididas em 2 grupos (controle e tratado). A avaliação da HD será realizada em 4 sessões clínicas, com o intervalo de 7dias entre elas, antes e após a aplicação dos tratamentos, através da escala analógica de dor. Para análise do desgaste superficial, réplicas das lesões serão confeccionadas no início e após a aplicação dos tratamentos em cada sessão e avaliadas através da MCL. Os dados do desgaste superficial serão avaliados da mesma forma já descrita e da HD serão submetidos ao teste não-paramétrico.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SANCHES, Júlia Olien. Efeito dos tratamentos dessensibilizantes na evolução de lesões erosivas na dentina. 2017. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.