Busca avançada
Ano de início
Entree

Interação entre as infecções por Haemonchus contortus e Haemonchus placei em ovinos

Processo: 12/23941-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2013
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Helmintologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Alessandro Francisco Talamini Do Amarante
Beneficiário:Michelle Cardoso dos Santos
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):15/12900-1 - Interação entre as infecções por Haemonchus contortus e Haemonchus placei em ovinos, BE.EP.DR
Assunto(s):Ovinos   Haemonchus   Genômica

Resumo

O presente estudo terá por objetivo avaliar a dinâmica da infecção simultânea por Haemonchus contortus e Haemonchus placei em ovinos, com ênfase na avaliação da competição ou do cruzamento entre as duas espécies. O estudo também visa à padronização de técnicas moleculares para a identificação das espécies de H. contortus e H. placei e de seus híbridos, bem como da mutação no gene da resistência ao albendazol (códon 200 do gene da ²-tubulina). No primeiro experimento, animais do grupo 1 (n=6) serão infectados com 2000 larvas infectantes (L3) de H. placei e 11 dias depois, com 2000 L3 de H. contortus. Coproculturas serão realizadas com amostras fecais de cada um dos animais do grupo 1 para a produção de L3, as quais serão destinadas à infecção dos animais do grupo 2 (n=12), o que permitirá avaliar se houve a produção de híbridos capazes de infectar cordeiros. Todos os animais dos grupos 1 e 2 serão sacrificados para quantificação e identificação dos parasitas a fim de determinar se houve competição entre as espécies, bem como formação de híbridos. Animais livres de infecção (n=6) serão mantidos como grupo controle. No segundo experimento, um grupo de 32 cordeiros livres de parasitas será infectado com H. placei (n=16) e com H. contortus (n=16). Depois de infectados, os animais serão mantidos em pastagem, inicialmente livre de contaminação, que com o decorrer do tempo será contaminada pelos ovos e larvas oriundos dos animais experimentais, denominados permanentes. Com isso, estes animais estarão expostos a infecções naturais ao longo do tempo. Além do sacrifício periódico de animais permanentes, cordeiros traçadores serão introduzidos no piquete periodicamente, até o final do experimento, com o objetivo de avaliar a real contaminação da pastagem (dinâmica da infecção) com cada uma das espécies de Haemonchus e a eventual presença de híbridos, Estes animais traçadores serão imunosuprimidos a fim minimizar a resposta imune. Análises morfométricas e moleculares serão empregadas com o objetivo de identificar com precisão os exemplares das duas espécies e os híbridos. Técnicas moleculares serão testadas para a adequada identificação das espécies e da eventual produção de híbridos, bem como da ocorrência de fluxo gênico entre as espécies, em especial, dos genes que conferem resistência ao albendazol.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SANTOS, M. C.; AMARANTE, V, M. R.; AMARANTE, A. F. T. Establishment of co-infection and hybridization of Haemonchus contortus and Haemonchus placei in sheep. JOURNAL OF HELMINTHOLOGY, v. 93, n. 6, p. 697-703, NOV 2019. Citações Web of Science: 1.
AMARANTE, M. R. V.; SANTOS, M. C.; BASSETTO, C. C.; AMARANTE, A. F. T. PCR primers for straightforward differentiation of Haemonchus contortus, Haemonchus placei and their hybrids. JOURNAL OF HELMINTHOLOGY, v. 91, n. 6, p. 757-761, NOV 2017. Citações Web of Science: 3.
SANTOS, MICHELLE C.; REDMAN, ELIZABETH; AMARANTE, MONICA R. V.; GILLEARD, JOHN S.; AMARANTE, ALESSANDRO F. T. A panel of microsatellite markers to discriminate and study interactions between Haemonchus contortus and Haemonchus placei. Veterinary Parasitology, v. 244, p. 71-75, SEP 15 2017. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.