Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento e comparação de dois métodos multirresíduos para análise de micotoxinas em produtos processados a base de milho utilizando LC-MS/MS

Processo: 13/05748-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2013
Vigência (Término): 29 de abril de 2016
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos
Pesquisador responsável:Valdemar Luiz Tornisielo
Beneficiário:Graziela Cristina Rossi Moura Andrade
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):14/21178-5 - Desenvolvimento e comparação de dois métodos multirresíduos para análise de micotoxinas em produtos processados a base de milho utilizando LC-MS/MS, BE.EP.PD
Assunto(s):Micotoxinas   Cromatografia líquida acoplada à espectrometria de massas

Resumo

O milho (Zea mays L.) é uma importante fonte de alimento, forragem e de produtos processados para a indústria. A produção e ocorrência de micotoxinas em grãos de cereais é considerado dependente da condição dos grãos no momento da colheita, do cuidado na secagem dos grãos e da qualidade das instalações de armazenamento. A contaminação de alimentos com micotoxinas causam forte preocupação devido aos seus potenciais efeitos genotóxicos e carcinogênicos e, ainda, aos eventuais efeitos aditivos ou sinérgicos que poderão resultar da sua combinação num mesmo alimento. A implementação de limites máximos para produtos alimentares veio obrigar a um controle de qualidade mais exigente e para este controle surgiu a necessidade de se desenvolverem métodos eficazes na detecção e quantificação das micotoxinas. Nesse contexto, como inovação serão desenvolvidos e comparados dois métodos multirresíduos com procedimentos de preparação de amostra QuEChERS e SPE online utilizando cromatografia líquida de ionização por electrospray acoplado a espectrometria de massa (LC-ESI-MS/MS) para determinação de 5 micotoxinas: aflatoxinas (B1, B2, G1 e G2) e ocratoxina A em milho. O monitoramento de micotoxinas em alimentos é de extrema importância para a saúde pública, visando a adoção de medidas tecnológicas, a fim de reduzir a exposição de alimentos considerados de risco para estas toxinas, com esse propósito serão coletadas amostras comerciais de milho de pipoca e cereal matinal infantil a base de milho em supermercados na cidade de Piracicaba - SP e quantificados com a metodologia de melhor performance.