Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de tecnologias de prevenção à poluição: degradação e monitoramento on-line de antibióticos em esgotos

Processo: 13/18377-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência (Início): 01 de setembro de 2013
Vigência (Término): 31 de março de 2015
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Saneamento Ambiental
Pesquisador responsável:Robson da Silva Rocha
Beneficiário:Robson da Silva Rocha
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/02762-5 - Desenvolvimento de tecnologias de prevenção à poluição: degradação e monitoramento on-line de antibióticos em esgotos, AP.JP

Resumo

Produtos farmacêuticos e outros poluentes biologicamente ativos tem sido foco de pesquisas recentes devido à constatação de sua ocorrência em diversos biomas em todo o mundo, com contínua introdução por meio de águas residuárias diversas. Dentre esses poluentes, os antibióticos têm ganhado atenção devido à sua atividade biológica e a possibilidade de promover a resistência em bactérias do ambiente, reduzindo, a longo prazo, a efetividade desses compostos. Outro ponto a ser considerado é a limitação do tratamento de esgoto público convencional para a remoção desses compostos e os poucos estudos na literatura associando a determinação, via sensores, dessas substâncias durante do processos de tratamento. Diante deste cenário, este projeto apresenta uma alternativa de tratamento eletroquímico, que associado com as atuais técnicas convencionais de tratamento de esgoto, visa proporcionar uma completa remoção de compostos orgânicos resistentes, assim, os objetivos deste projeto são, nas primeiras etapas, o desenvolvimento de materiais eletródicos para a construção de sensores eletroanalíticos e também eletrodos anódicos e catódicos para a degradação de antibióticos; nas etapas seguintes, serão construídos reatores eletroquímicos em diferentes escalas para o processo de degradação em diferentes meios, sendo a eficiência destes sistemas de degradação monitorados on-line por sensores eletroquímicos, formado um sistema compacto e autônomo para tratamento de águas contaminadas com antibióticos associados com sistemas biológicos de tratamento de esgoto público.