Busca avançada
Ano de início
Entree

Da oposição recíproca à confluência operacional: o entrelaçamento harmonioso de aquisição originária, pré-formação genérica e esquema transcendental em Kant

Processo: 13/18109-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 16 de janeiro de 2014
Vigência (Término): 30 de janeiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - História da Filosofia
Pesquisador responsável:Ubirajara Rancan de Azevedo Marques
Beneficiário:Ubirajara Rancan de Azevedo Marques
Anfitrião: Stefano Poggi
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Marília. Marília , SP, Brasil
Local de pesquisa: Università degli Studi di Firenze, Itália  
Assunto(s):Kantismo

Resumo

A "confluência operacional" aqui em pauta refere-se à especificidade composicional de certos conceitos na filosofia kantiana. Trata-se, em verdade, de conceitos-síntese, que neles próprios abrigam termos entre si opostos. A sinteticidade característica de tais conceitos resulta na confluência de seus elementos constituintes, a qual tem em vista a solução de dificuldades que cada qual de tais elementos não saberia individualmente superar. Assim, por exemplo, nos seguintes casos: "aquisição originária [[die] ursprüngliche Erwerbung / acquisitio originaria]"; "preformação genérica [[die] generische Präformation]"; "esquema transcendental [[das] transscendentale Schema]". Nos dois primeiros exemplos, vê-se logo que as próprias denominações, fundindo-os [e tornando-os confluentes], mantêm os termos de uma oposição conceitual anterior [aquisicionismo contra originalismo; preformismo versus epigenesia] que elas buscam ultrapassar. No terceiro caso, porém, "esquema" é, por assim dizer, o próprio emblema de uma "confluência operacional", à medida que, para cumprir com a função que lhe é prescrita, ou seja, mediar [vermitteln] o processo de sensibilização do conceito / concetualização da intuição, ele próprio já deverá conter o que intermedeie. Bem mais do que um estudo singularizado dos casos em pauta, contudo, não se trata, aqui, da simples investigação de quaisquer três exemplos de conceitos-síntese, que por acaso apresentem uma interligação, ou, então, cujo parentesco não ultrapasse o fato de abrigarem-se todos sob um mesmo tipo conceitual. De fato, a hipótese a ser desenvolvida nesse projeto tem por objetivo estabelecer o protocolo de uma visceral conjugação entre os conceitos em destaque, a saber, "aquisição originária", "pré-formação genérica" e "esquema transcendental". No que concerne a esta última representação, tratar-se-á, na verdade, do esquema para os conceitos sensíveis empíricos ou daqueles dos quais o próprio Kant afirma: "Em relação aos fenômenos e à sua simples forma, esse esquematismo de nosso entendimento é uma arte oculta nas profundezas da alma humana, cujos verdadeiros procedimentos dificilmente retiraremos algum dia da natureza e os poremos descobertos ante os olhos." (AU)