Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da manipulação torácica na cinemática escapular, dor e ativação muscular em sujeitos assintomáticos e portadores de síndrome do impacto - um estudo controlado randomizado

Processo: 13/07120-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2013
Vigência (Término): 31 de julho de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Paula Rezende Camargo
Beneficiário:Melina Nevoeiro Haik
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):14/06004-0 - Efeito da técnica de mobilização manual com movimento de Mulligan na cinemática glenoumeral e escapular, BE.EP.DR
Assunto(s):Ombro   Fisioterapia

Resumo

A síndrome do impacto (SI) é uma das condições que mais afeta o ombro, e está relacionada com alteração na cinemática e ativação muscular da cintura escapular. Considerando-se a existência de uma interdependência regional entre coluna torácica, cervical e ombro, a manipulação torácica parece ser uma técnica efetiva ao tratamento da SI, já que parece melhorar a dor e a função do ombro em sujeitos com dor e disfunção. No entanto, há carência de estudos que avaliem o efeito da manipulação na cinemática e ativação muscular escapulotorácica. O objetivo principal do estudo será avaliar os efeitos imediatos e a curto-prazo de uma manipulação torácica média de alta-velocidade e baixa-amplitude na cinemática e ativação muscular escapulotorácica durante a elevação do braço em sujeitos assintomáticos e portadores de SI. Cinquenta sujeitos, de ambos os sexos, portadores de SI e cinquenta sujeitos, de ambos os sexos, assintomáticos para disfunção no ombro participarão desse estudo. Tanto os sujeitos com SI como os assintomáticos serão alocados de forma randomizada em um dos dois grupos: grupo manipulado ou grupo sham. O grupo manipulado receberá uma manipulação torácica média e o grupo sham receberá uma manobra semelhante à anterior sem sua completa finalização. Todos os sujeitos serão avaliados em 3 dias com intervalos de 3 a 4 dias entre as avaliações. A intervenção será realizada nos 2 primeiros dias de avaliação. Serão analisadas a cinemática escapular e a atividade eletromiográfica dos músculos trapézio superior, médio e inferior e serrátil anterior durante a elevação do braço no plano sagital. Serão utilizados ainda os questionários DASH e WORC e a escala numérica de dor para avaliar a dor e função do ombro. Somente o lado acometido dos portadores de SIS será avaliado enquanto nos sujeitos assintomáticos a escolha do lado será randomizada. A análise estatística dependerá da normalidade ou não dos dados avaliada por meio do teste Kolmogorov-Smirnov, com nível de significância estabelecido em 5%.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
HAIK, MELINA N.; ALBURQUERQUE-SENDIN, FRANCISCO; CAMARGO, PAULA R. Short-Term Effects of Thoracic Spine Manipulation on Shoulder Impingement Syndrome: A Randomized Controlled Trial. ARCHIVES OF PHYSICAL MEDICINE AND REHABILITATION, v. 98, n. 8, p. 1594-1605, AUG 2017. Citações Web of Science: 1.
HAIK, M. N.; ALBURQUERQUE-SENDIN, F.; MOREIRA, R. F. C.; PIRES, E. D.; CAMARGO, P. R. Effectiveness of physical therapy treatment of clearly defined subacromial pain: a systematic review of randomised controlled trials. BRITISH JOURNAL OF SPORTS MEDICINE, v. 50, n. 18, p. 1124+, SEP 2016. Citações Web of Science: 20.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.