Busca avançada
Ano de início
Entree

Transferabilidade de iniciadores de regiões microssatélites produzidos em veado-catingueiro (Mazama gouazoubira) para uso em estudos genéticos com cervos-do-Pantanal (Blastocerus dichotomus)

Processo: 13/17257-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2013
Vigência (Término): 30 de junho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:José Maurício Barbanti Duarte
Beneficiário:Lívia Perles
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Repetições de microssatélites

Resumo

O cervo-do-pantanal (Blastocerus dichotomus), único representante do gênero Blastocerus é a maior espécie de cervídeo brasileiro. Recentemente a drenagem de várzeas para construção de usinas hidrelétricas tem-se tornado uma grande ameaça à espécie. Com a conclusão da Usina Hidroelétrica Engenheiro Sérgio Motta, que impactaria populações de cervos-do-pantanal no Rio Paraná, foi implementado o Projeto Cervo-do-Pantanal, que realizou reintroduções de vários indivíduos em novas áreas. Pesquisas realizadas na população reintroduzida de cervos-do-pantanal da Estação Ecológica do Jataí (EEJ) indicaram que apenas sete dos oito animais introduzidos realmente fundaram a população. Devido ao pequeno número de indivíduos fundadores da nova população, vários problemas genéticos podem estar ocorrendo, sendo necessário o monitoramento genético desta população. O desenvolvimento de iniciadores (primers) específicos para cada espécie é um dos grandes problemas da utilização de marcadores genéticos, devido à alta demanda de trabalho e altos gastos laboratoriais. Tem sido observado que devido à conservação de sítios de hibridação de iniciadores para locos de microssatélite em espécies relacionadas é possível aproveitar iniciadores já descritos para outras espécies. Frente à necessidade de monitoramento molecular por longo prazo da população de cervos-do-pantanal reintroduzida na EEJ, é necessária a padronização de iniciadores para regiões microssatélites para estudos nessa população. O presente projeto tem como objetivo o teste de iniciadores heterólogos desenvolvidos para a espécie Mazama gouazoubira em amostras de indivíduos da EEJ. O DNA dos 8 animais reintroduzidos será amplificado por meio de 10 iniciadores. Após a genotipagem os parâmetros avaliados serão: 1) Diversidade alélica, 2) Frequências alélicas 3) Tamanho do fragmento amplificado, 4) Conteúdo de Informação Polimórfica (PIC) do loco. Os melhores iniciadores serão escolhidos para serem utilizados em futuros estudos com a população reintroduzida.