Busca avançada
Ano de início
Entree

O ramo quente da célula de revolvimento meridional do Atlântico modulado pela dinâmica do Atlântico Tropical

Processo: 13/11825-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2013
Vigência (Término): 30 de setembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Oceanografia - Oceanografia Física
Pesquisador responsável:Paulo Simionatto Polito
Beneficiário:Guilherme Pimenta Castelão
Instituição-sede: Instituto Oceanográfico (IO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Sensoriamento remoto   Ondas de Rossby

Resumo

O ramo quente da Célula de Revolvimento Meridional do Atlântico, na região equatorial, concentra- se na margem oeste na forma da Corrente Norte do Brasil. A jusante desta corrente, existem duas rotas principais, uma longa via Contra Corrente Norte Equatorial e uma curta que inclui os Anéis da Corrente Norte do Brasil. Metade do transporte inter-hemisférios é atribuído a estes anéis, os quais acredita-se serem desencadeados pela chegada de ondas de Rossby curtas associadas à Contra Corrente Norte Equatorial. A Contra Corrente Norte Equatorial, por sua vez, é regida pela injeção de vorticidade do vento no oceano, em escala regional. Como o vento varia em escala inter-anual, é plausível supor que tanto o particionamento da Célula de Revolvimento Meridional do Atlântico, como a geração dos anéis da Corrente Norte do Brasil, apresentemvariabilidadeemescalainter-anual. Propõe-seassimquantificararelaçãoentreavariabilidade do vento no Atlântico Tropical e o regime dos Anéis da Corrente Norte do Brasil usando observações in situ e sensoriamento remoto. Num segundo passo, será avaliado se tais processos são reproduzidos adequadamente na nova geração de modelos globais de alta resolução e quais as possíveis consequências nos resultados de tais simulações numéricas.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
VILLAS BOAS, A. B.; SATO, O. T.; CHAIGNEAU, A.; CASTELAO, G. P. The signature of mesoscale eddies on the air-sea turbulent heat fluxes in the South Atlantic Ocean. Geophysical Research Letters, v. 42, n. 6, p. 1856-1862, MAR 28 2015. Citações Web of Science: 26.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.