Busca avançada
Ano de início
Entree

Padronização de metodologia baseada em HPLC e detecção eletroquímica para determinação do ácido fólico não-metabolizado

Processo: 13/20101-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de outubro de 2013
Vigência (Término): 30 de junho de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Análise Nutricional de População
Pesquisador responsável:Dirce Maria Lobo Marchioni
Beneficiário:Claudimar de Jesus Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/19788-1 - Avaliação da deficiência de folato após a fortificação mandatória de ácido fólico e consequências à saúde: estudo de base populacional no município de São Paulo, AP.R
Assunto(s):Variação genética   Homocisteína   Ácido fólico

Resumo

O ácido fólico não-metabolizado (AFNM) pode ser um fator relevante nas questões de segurança associadas com alta ingestão de ácido fólico. Sabe-se que presença do ácido fólico não-metabolizado no sangue é decorrente apenas da ingestão da forma sintética da vitamina, e relata-se a presença desta forma na circulação, especialmente, após a fortificação mandatória dos alimentos. Em diversos países, inclusive no Brasil, a fortificação de alimentos com ácido fólico foi adotada como estratégia pública para prevenção e combate à deficiência nutricional da vitamina, motivados principalmente pela prevenção dos defeitos do tubo neural. No Brasil, a política pública de fortificação mandatória acontece desde 2004. São escassos os estudos, em especial em amostras representativas, que avaliam o estado nutricional desta vitamina na população e as consequências na saúde. Desta maneira, o bolsista de TT3 auxiliará na padronização e testará a metodologia analítica para a determinação de AFNM por cromatografia líquida de alto desempenho (HPLC) com detecção eletroquímica, e aplicá-la-á na determinação de ANFM em amostras de plasmas de 750 indivíduos pertencentes ao estudo de base-populacional "ISA-Capital 2008/2009". Para isso, as metas do bolsista serão: a) padronizar a metodologia para detecção AFNM em plasma humano, por HPLC com detecção eletroquímica de acordo com o proposto no artigo de Kalmbach R et al. b) aplicar o método de detecção padronizado em amostras de plasmas coletadas de indivíduos que participaram do estudo de base-populacional "ISA-Capital 2008/2009". c) verificação da consistência do banco de dados bioquímicos, avaliando os valores aberrantes, para possível correção. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.