Busca avançada
Ano de início
Entree

Associações entre Vitamina D, osteocalcina, adipocinas e marcadores do metabolismo energético em adolescentes brasileiros e americanos

Processo: 13/15823-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado Direto
Vigência (Início): 20 de setembro de 2013
Vigência (Término): 19 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Bioquímica da Nutrição
Pesquisador responsável:Ligia Araujo Martini
Beneficiário:Kelly Virecoulon Giudici
Supervisor no Exterior: Connie M. Weaver
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Purdue University, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:11/22768-2 - Relação entre tecido adiposo e tecido ósseo: interação metabólica entre vitamina D, genótipos para receptor de vitamina D, osteocalcina e leptina em adolescentes, BP.DD
Assunto(s):Metabolismo ósseo   Homeostase   Insulina   Leptina   Osteocalcina   Obesidade   Vitamina D   Adolescentes

Resumo

Adipocinas como a adiponectina e a leptina exercem, através de modulação hipotalâmica, um papel importante na formação óssea, na homeostase da glicose e no controle de saciedade. Os genes da leptina e da osteocalcina são controlados pelo receptor da vitamina D. Os efeitos do excesso de peso e da deficiência de vitamina D na massa óssea de adolescentes não são completamente conhecidos, e substâncias como a leptina parecem ter forte envolvimento na regulação do seu metabolismo ósseo e na homeostase da glicose. Objetivo: Investigar a relação entre níveis séricos de vitamina D e osteocalcina com adipocinas, biomarcadores do metabolismo energético e estado nutricional de adolescentes brasileiros, e integrar os resultados do estudo realizado em Brasil com os resultados obtidos com uma população americana. Métodos: Estudo transversal com 198 adolescentes de 14 a 18 anos habitantes de São Paulo, Brasil. Os participantes foram entrevistados por pessoal treinado e responderam a questionários socioeconômicos e demográficos, um recordatório alimentar de 24 horas, o Questionário Internacional de Atividade Física (IPAQ), e perguntas sobre exposição solar. Altura e peso foram aferidos em duplicata, assim como a circunferência da cintura. Realizou-se coleta de sangue após jejum de 12 horas para análise bioquímica de 25 hidroxivitamina D, paratormônio, glicose, insulina, osteocalcina carboxilada e não-carboxilada, leptina, adiponectina e perfil lipídico (colesterol total, triglicérides, VLDL-c, LDL-c e HDL-c).Dados de adolescentes americanos provêm do Camp Calcium, um acampamento de verão da Universidade de Purdue projetado para estudar o metabolismo do cálcio em adolescentes, e do GAPI (University of Georgia [UGA], Purdue University [PU] e Indiana University [IU]) Trial. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GIUDICI, KELLY VIRECOULON; KINDLER, JOSEPH M.; MARTIN, BERDINE R.; LAING, EMMA M.; MCCABE, GEORGE P.; MCCABE, LINDA D.; HAUSMAN, DOROTHY B.; MARTINI, LIGIA ARAUJO; LEWIS, RICHARD D.; WEAVER, CONNIE M.; PEACOCK, MUNRO; GALLANT, KATHLEEN M. HILL. Associations among osteocalcin, leptin and metabolic health in children ages 9-13 years in the United States. NUTRITION & METABOLISM, v. 14, MAR 7 2017. Citações Web of Science: 5.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.