Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação da degradação anaeróbia de óleo cru em microcosmos a partir da microbiota de reservatórios de petróleo brasileiros

Processo: 13/20436-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 28 de abril de 2014
Vigência (Término): 31 de março de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Valeria Maia Merzel
Beneficiário:Isabel Natalia Sierra García
Supervisor no Exterior: Neil Duncan Gray
Instituição-sede: Centro Pluridisciplinar de Pesquisas Químicas, Biológicas e Agrícolas (CPQBA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Paulínia , SP, Brasil
Local de pesquisa : Newcastle University, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:11/14501-6 - Investigação da microbiota e dos processos envolvidos na degradação anaeróbia de petróleo em reservatórios brasileiros, BP.DR

Resumo

A maior parte das reservas de petróleo no mundo são biodegradadas, e fortes evidencias indiretas sugerem que os micro-organismos anaeróbios, principalmente aqueles sulfato-redutores e metanogênicos, são responsáveis pela biodegradacão em reservatórios de petróleo. Portanto, a anaerobiose é considerado um processo dominante para a degradação de hidrocarbonetos em reservatórios e também para outros ambientes contaminados com petroleo. Vários experimentos em microcosmos tem sido realizados com o objetivo de estudar as comunidades microbianas e o grau de degradação em condições anaeróbias. No entanto, pouca informação está disponível em amostras de óleo de reservatórios de petróleo, e menos ainda sobre o efeito de algumas características fisico-químicas da rocha do reservatório sobre a taxa de biodegradação de petróleo e os mecanismos utilizados para a degradação microbiana de hidrocarbonetos no reservatório. Esta proposta tem como objetivo investigar o efeito de um conjunto de condições fisico-químicas sobre a biodegradação de petróleo em microcosmos anaeróbios, bem como monitorar a dinâmica funcional e filogenética da comunidade microbiana durante a degradação do óleo. Esses ensaios serão complementados com ferramentas moleculares que permitam descrever os mecanismos mais prováveis envolvidos com a degradação de hidrocarbonetos. Os resultados irão certamente contribuir para o esclarecimento não apenas dos fatores fisico-químicos que regulam a degradação de óleo em reservatórios de petróleo Brasileiros, mas também irão elucidar os micro-organismos e processos envolvidos. Essa experência será extremadamente enriquecedora para o nosso grupo de pesquisa, uma vez que permitirá o aprendizado de técnicas para trabalhar com a degradação de óleo em condições metanogênicas e sulfato-redutoras (anaeróbias) para futura implementação em nosso laboratório. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BORREL, GUILLAUME; ADAM, PANAGIOTIS S.; MCKAY, LUKE J.; CHEN, LIN-XING; SIERRA-GARCIA, ISABEL NATALIA; SIEBER, CHRISTIAN M. K.; LETOURNEUR, QUENTIN; GHOZLANE, AMINE; ANDERSEN, GARY L.; LI, WEN-JUN; HALLAM, STEVEN J.; MUYZER, GERARD; DE OLIVEIRA, VALERIA MAIA; INSKEEP, WILLIAM P.; BANFIELD, JILLIAN F.; GRIBALDO, SIMONETTA. Wide diversity of methane and short-chain alkane metabolisms in uncultured archaea. NATURE MICROBIOLOGY, v. 4, n. 4, p. 603-613, APR 2019. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.