Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da diversidade funcional e bioprospecção de genes de degradação de hidrocarbonetos e de transformação de metais pesados em sedimentos de manguezal

Processo: 13/20670-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2014
Vigência (Término): 30 de junho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Valeria Maia Merzel
Beneficiário:Lucélia Cabral
Supervisor no Exterior: Matthias Hess
Instituição-sede: Centro Pluridisciplinar de Pesquisas Químicas, Biológicas e Agrícolas (CPQBA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Paulínia , SP, Brasil
Local de pesquisa : Washington State University (WSU), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:12/16850-0 - Análise da diversidade funcional e bioprospecção de genes de degradação de hidrocarbonetos e de transformação de metais pesados em sedimentos de manguezal, BP.PD
Assunto(s):Microbiologia ambiental

Resumo

O Brasil tem uma das maiores extensões de manguezais do mundo, um ecossistema que possui grande biodiversidade em animais marinhos, aves, répteis, mamíferos e micro-organimos. Embora os manguezais sejam considerados Área de Preservação Permanente, esse ecossistema têm sofrido nos últimos anos as mais diversas ações antrópicas e são freqüentemente atingidos por vazamentos de petróleo e por resíduos industrias contendo metais pesados. Sabe-se que os micro-organismos presentes em ambientes contaminados podem desenvolver mecanismos que permitem a sua sobrevivência na presença de certos poluentes. Apesar da grande diversidade e relevância dos micro-organismos presentes nos manguezais, surpreendentemente, quase nenhuma pesquisa tem sido feita sobre o tema no Brasil. Sabemos que embora as técnicas de cultivo tenham sido aprimoradas e tenham permitido a recuperação in vitro de um número crescente de micro-organismos ainda não cultivados, nosso conhecimento sobre sua ecologia permanece insuficiente para cultivar a maioria deles. Neste contexto, o presente projeto propõe o emprego da abordagem de metatranscriptomica, baseada na extração direta do RNA total da comunidade microbiana a partir de amostras ambientais, aliada à construção de bibliotecas de DNA complementar (cDNA) e subsequente análise dessas bibliotecas, com o intuito de investigar a presença e diversidade de genes metabolicamente ativos de grande relevância na descontaminação de áreas impactadas. Esses estudos podem contribuir para o conhecimento sobre a diversidade funcional e filogenética da microbiota presente nos manguezais brasileiros e levar à descoberta de novos genes envolvidos na degradação de hidrocarbonetos e na transformação de metais pesados, com potencial aplicação em processos biotecnológicos. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CABRAL, LUCELIA; NORONHA, MELLINE FONTES; PEREIRA DE SOUSA, SANDERSON TARCISO; LACERDA-JUNIOR, GILENO VIEIRA; RICHTER, LARISSA; FOSTIER, ANNE HELENE; ANDREOTE, FERNANDO DINI; HESS, MATTHIAS; DE OLIVEIRA, VALERIA MAIA. The metagenomic landscape of xenobiotics biodegradation in mangrove sediments. ECOTOXICOLOGY AND ENVIRONMENTAL SAFETY, v. 179, p. 232-240, SEP 15 2019. Citações Web of Science: 0.
CABRAL, LUCELIA; PEREIRA DE SOUSA, SANDERSON TARCISO; LACERDA JUNIOR, GILENO VIEIRA; HAWLEY, ERIK; ANDREOTE, FERNANDO DINI; HESS, MATTHIAS; DE OLIVEIRA, VALERIA MAIA. Microbial functional responses to long-term anthropogenic impact in mangrove soils. ECOTOXICOLOGY AND ENVIRONMENTAL SAFETY, v. 160, p. 231-239, SEP 30 2018. Citações Web of Science: 8.
CABRAL, LUCELIA; LACERDA JUNIOR, GILENO VIEIRA; PEREIRA DE SOUSA, SANDERSON TARCISO; FRANCO DIAS, ARMANDO CAVALCANTE; CADETE, LUANA LIRA; ANDREOTE, FERNANDO DINI; HESS, MATTHIAS; DE OLIVEIRA, VALERIA MAIA. Anthropogenic impact on mangrove sediments triggers differential responses in the heavy metals and antibiotic resistomes of microbial communities. Environmental Pollution, v. 216, p. 460-469, SEP 2016. Citações Web of Science: 17.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.