Busca avançada
Ano de início
Entree

Terapia gênica para o tratamento de carcinoma epidermóide de cabeça e pescoço

Processo: 13/04579-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2013
Vigência (Término): 31 de julho de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:André Lopes Carvalho
Beneficiário:Matias Eliseo Melendez
Instituição-sede: Hospital do Câncer de Barretos. Fundação Pio XII (FP). Barretos , SP, Brasil
Assunto(s):Terapia genética   Vírus oncolíticos   Apoptose

Resumo

O carcinoma epidermóide de cabeça e pescoço (CECP) representa tumores malignos originados a partir de células epidermóides, surgidas a partir de superfícies mucosas do tubo aerodigestivo superior, glândulas salivares e seios paranasais. Estima-se que mundialmente mais de 500.000 pessoas são diagnosticadas com CECP por ano, representando a sexta causa de morte relacionada a câncer. Embora já exista um amplo conhecimento molecular e clínico acerca dos CECPs, uma terapia efetiva que aumente a expectativa de vida destes pacientes, que apresentam uma sobrevida média em 5 anos inferior a 60%, ainda é desconhecida. O objetivo principal do atual projeto é a construção de um vírus oncolítico derivado do vírus da herpes simplex humana (HSV-1), capaz de expressar uma forma trimérica solúvel do ligante de morte celular TRAIL/Apo2L (TRAILTRIM). Para a elaboração desse projeto de pesquisa diferentes aspectos técnicos deverão ser abordados. * Construção da proteína TRAILTRIM * Construir uma forma solúvel trimérica do receptor de morte celular TRAIL (TRAILTRIM). Modificações no genoma herpético * Eliminar o gene anti-apoptótico Us3 do genoma do HSV-1. * Introduzir o TRAILTRIM no lugar do gene herpético Us3. * Eliminar as duas cópias do gene de neurovirulência herpético, ICP34.5. * Introduzir sequências-alvo de reconhecimento por microRNAs, altamente subexpressas (down-reguladas) em células de CECP, no gene herpético ICP27 (imediatamente inicial e "essencial para a replicação viral"). * Introduzir o gene repórter Beta-galactosidase na região intergênica 20 do vírus HSV-1. * Analisar a capacidade oncolítica do vírus produzido em linhagens celulares derivadas de CECP. * Analisar a capacidade oncolítica do vírus produzido em culturas celulares primárias derivadas de CECP. Este vírus oncolítico será direcionado contra células tumorais de CECPs através da adição de sequências complementares a miRNAs supressores tumorais subexpressos em CECPs (miRNA-tag) na região 3' do gene herpético essencial ICP27, sem o qual o vírus HSV-1 é incapaz de se replicar. A construção desse vírus oncolítico envolve engenharia genética do vírus HSV-1, executada pela técnica de recombinação homóloga em bactérias Recombineering, utilizando um cromossomo artificial de bactéria contendo o genoma do HSV-1 selvagem (linhagem F). O processo apoptótico, a citotoxicidade, a viabilidade celular e a proliferação celular serão avaliados in vitro. Dessa maneira, acreditamos que o vírus oncolítico proposto nesse projeto poderá eliminar especificamente as células tumorais através de três mecanismos principais: (i) potencialização da apoptose, graças à eliminação do gene herpético viral Us3, encarregado do bloqueio da via intrínseca da apoptose; (ii) indução de apoptose nas células tumorais pela expressão de uma forma trimérica solúvel do ligante Apo2L/TRAIL que ocorrerá, não só nas células atingidas pelo vírus oncolítico, mas também nas células adjacentes à célula infectada, graças ao efeito Bystander da secreção da proteína TRAILTRIM ao meio intersticial da massa tumoral; e (iii) oncólise direta das células tumorais pela ação lítica natural do vírus HSV-1. Finalmente, cabe destacar que o projeto aqui descrito foi aprovado para financiamento como auxílio regular pela FAPESP (Processo 2012/04697-3), recebendo um financiamento de aproximadamente 200.000 reais, por uma duração de 24 meses.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)